Saúde Bucal

30/11/2014 09:03 - Atualizado em 03/05/2016 04:44

Clareamento dentário: Quais as técnicas mais seguras?

Clareamento dentário pode ser feito no consultório do dentista ou em casa.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Dentes brancos e brilhantes são uma parte muito importante da apresentação pessoal. E quem não está satisfeito com o seu sorriso tem à disposição diversas técnicas para resolver o problema. A mais procurada é o clareamento dentário, que pode ser feito no consultórios do dentista ou até mesmo em casa, com kits clareadores.

Como funciona o clareamento dentário

O clareamento dentário não é uma técnica nova. Ele é feito desde 1969, nos Estados Unidos, onde os criadores iniciaram a aplicação da técnica com a moldeira. Na época, o agente clareador usado era o usado peróxido de carbamida, na concentração de 10%.

clareamento-dentario

Atualmente, o peróxido de hidrogênio (água oxigenada) vem sendo utilizado também como principio ativo no clareamento, tanto nos consultórios como em tratamentos feitos em casa. Em ambos os casos, quanto mais concentrada a solução, menor deve ser o tempo de uso.

No consultório ou em casa, o percentual de concentração do peróxido de carbamida ou de hidrogênio é estipulado pelo cirurgião dentista. No consultório, o clareamento dentário é feito com o uso de um laser combinado ao agente clareador. Além de ativar o processo, ele diminui a sensibilidade pós-clareamento.

Já o clareamento caseiro começa com a confecção de uma moldeira indicada pelo cirurgião dentista e o paciente então dá prosseguimento em casa, com o uso do peróxido numa concentração menor.

Tipos de clareamento dentário

Entenda as diferenças e por que essas são as técnicas mais seguras de clareamento dentário:

Clareamento a laser

Nesse tipo de clareamento dentário, o dentista aplica sobre a superfície externa do dente um gel clareador à base de peróxido de hidrogênio, geralmente na concentração de 35 a 40%, ativando-o com um laser que libera moléculas de oxigênio. O tempo de tratamento depende do quão amarelado está o dente, mas a média é de 3 a 5 sessões de uma hora cada.

O processo é indolor e não é indicado para quem tem implantes dentários, em função das próteses que são colocadas sobre ele, nem para aqueles que apresentam algum tipo de má formação dentária no esmalte do dente, como, por exemplo, manchas brancas causadas pela disposição irregular dos cristais do esmalte.

Clareamento caseiro

Neste caso, o clareamento dentário é feito com gel de menor concentração, entre 3,5 e 20%, e moldeiras de silicone feitas com indicação do dentista. O tratamento dura cerca de duas semanas, utilizando a moldeira com o gel de uma a seis horas ao dia.

Em geral, não há contraindicações a esse procedimento, mas é o especialista quem deve indicar a forma e o período de tratamento. Os kit clareadores comprados em farmácias devem ser evitados. Em primeiro lugar, porque as moldeiras não são adaptadas, de modo que o paciente possa vir a engolir uma quantidade exagerada de gel e outra porque eles não tem o correto acompanhamento, de acordo com as necessidades da pessoa, de um profissional, o que reduz significativamente sua eficácia.

Gosta das nossas dicas? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
dentista
dentes
sorriso
beleza

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ