Pele

11/07/2014 05:30 - Atualizado em 10/12/2016 10:54

Tudo sobre as sardas: causas, cuidados e dicas

As sardas aparecem sobretudo em pessoas ruivas, devido a uma mutação genética.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Um rosto repleto de sardas é, para muitos, um sinal de charme e sensualidade. Mas elas também podem incomodar quem as tem em excesso. De qualquer maneira, pessoas com sardas apresentam pele clara e sensível, e isso significa que devem ser tomados mais cuidados com a exposição ao sol, para evitar o surgimento de doenças de pele.

Guia básico das sardas

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

As sardas aparecem sobretudo em pessoas ruivas, devido a uma mutação genética, que faz a feomelanina nessas pessoas serem mais avermelhadas do que o normal.

Essa mutação ocorre no par de cromossomos 16, interferindo na produção de dois pigmentos responsáveis pela coloração de pelos e cabelos: a eumelanina, de tonalidade acastanhada ou preta, e a feomelanina, que tem cor avermelhada ou amarelada. Além dessa alteração fazer com que essa última seja mais vermelha, outro efeito colateral é a concentração dos pigmentos em determinadas partes do corpo, ocasionando as famosas sardinhas. 

Mas esse não é um fenômeno exclusivo dos ruivos. As sardas podem aparecer em outras pessoas, devido a uma defesa da pele à agressão do sol. Ela se pigmenta para evitar que os raios solares penetrem na pele. É o mesmo princípio que deixa as pessoas bronzeadas, mas tem diferentes efeitos em algumas pessoas. 

Dicas para a pele com sardas

É bastante recomendável que uma pessoa que possua sardas consulte regularmente um dermatologista, principalmente se notar algum tipo de alteração na pele. O surgimento de novas manchas ou mudança no tamanho das já existentes nem sempre é normal, e pode significar o aparecimento de doenças graves, como o câncer de pele. Se você notou algo do tipo, não hesite e procure um especialista.

Assim como qualquer outra, a pele com sardas precisa ser bem hidratada. Tenha sempre em mãos um bom hidratante, de acordo com o seu tipo de pele, e passe-o pelo corpo duas vezes por dia.

Para que o surgimento das sardas seja prevenido, sejam elas claras ou escuras, é fundamental que seja utilizado sempre o protetor solar quando sair de casa – mesmo em tempo nublado. Use também chapéu e guarda-sol para uma proteção extra, e sempre evite o sol das 10h às 16h, que é sempre mais forte.

Sardas demais?

Se você possui sardas e não está satisfeito com elas, existem alguns remédios caseiros que podem reduzir as manchas, tornando-as menos visíveis. Mas os resultados não são garantidos, e é necessário tomar o cuidado para não usar nenhum ingrediente que seja danoso à sua pele.

A única solução mais segura é submeter a pele a um tratamento com cirurgia a laser. Embora os resultados sejam geralmente satisfatórios, trata-se de um procedimento bastante caro.

Uma solução mais comum é esconder as marquinhas com maquiagem. Você pode utilizar corretivo, base e pó, por exemplo. O ideal é deixar a pele com aparência natural, usando uma maquiagem no mesmo tom da sua pele.

Outra dica é usar um blush com um tom semelhante ao das sardinhas, fazendo-as parecer menores. Por fim, você pode investir em efeitos que vão chamar a atenção para os olhos e boca, desviando o foco.

Gostou do comentário ? Deixe seu comentário ou compartilhe sua experiência!

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ