Pele

30/08/2014 08:20 - Atualizado em 04/12/2016 04:00

Tipos de peeling: Conheça indicações e faça a sua escolha

Consultar um esteticista é primeiro passo para escolher o mais adequado dos tipos de peeling.

POR

Redação

  • +A
  • -A

O peeling age na pele eliminando cicatrizes, linhas de expressão, manchas ou descolorações. Ele também estimula a produção de colágeno e elastina, elementos essenciais para uma boa aparência da pele. Esse tipo de procedimento é uma versão menos invasiva das cirurgias plástica e é capaz de remover pequenas imperfeições e até rugas superficiais.

Existem vários tipos de peeling e para saber qual o ideal no seu caso é preciso consultar um médico ou esteticista. Dependendo do quadro, apenas um médico poderá aplicar o procedimento. É importante ressaltar que qualquer um dos tipos exige atenção tanto antes quanto após realizá-lo, principalmente com o sol.

tipos-de-peeling

Verifique com o profissional que você escolher quais os cuidados necessários durante e após os tratamentos e lembre-se que somente uma pessoa qualificada poderá indicar os produtos ideais para você.

Tipos de peeling variam na profundidade

Reunimos em uma lista os tipos de peeling mais utilizados atualmente e suas indicações. Começando com a profundidade da ação, eles são os seguintes:

Muito superficial

Indicado para remover a as células mortas e renovar a aparência da pele. De todos os tipos de peeling, este é o que pode ser feito com maior frequência já que sua ação é leve. É muito indicado para peles secas, sem brilho ou com acúmulo de resíduos do dia a dia. É o procedimento mais simples de todos e pode ser feito em casa.

Superficial

Indicado para peles com pequenas manchas e acne. Por ser superficial, pode ser feito enquanto a acne ainda está ativa, já que não oferece grandes riscos nestes casos. Sua ação leve garante que as áreas afetadas serão tratadas sem sobrecarregar ou irritar a pele.

Médio

O peeling médio atua em peles com cicatrizes de acne ou manchas naquilo que o tipo superficial não consegue extrair. Também é indicado para rugas e linhas de expressão de densidade média.

Profundo

Indicado para peles mais maduras, ele atinge camadas mais profundas da pele e é capaz de remover manchas e imperfeições de maior complicação. Este tipo de peeling não deve ser feito com frequência e deve sempre ter o acompanhamento de um médico.

Ingredientes ativos nos tipos de peeling

Além da profundidade de ação de cada um dos tipos de peeling, existem os ingredientes ativos que diferenciam os tratamentos disponíveis. Confira:

Peeling químico

Nesta aplicação são utilizadas substâncias químicas que agem da mesma maneira que um esfoliante, porém com potencial de atingir qualquer camada da pele. Costumam ser os mais potentes no tratamento de manchas profundas e ajudam a rejuvenescer a aparência. O peeling químico costuma ser feito em um tratamento médico que exige cuidados especiais e acompanhamento durante e após o procedimento.

Peeling a laser

De todos os tipos de peeling, este é o que pode melhor ser adaptado a problemas pontuais. Por exemplo, o peeling a laser pode ser localizado e ele age lixando as células das camadas superficiais da pele.

Peeling biológico

Este tipo de peeling é realizado com o uso de enzimas extraídas de frutas, que provocam o descolamento da camada mais superficial da pele.

TAGS
pele
saúde da pele
estética
beleza

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ