Pele

28/06/2014 09:00 - Atualizado em 03/12/2016 07:36

Pele muito seca pode ter coceira e vermelhidão. Confira dicas e cuidados

Pele muito seca pode ter diversas causas, como banho quente demais e sabonete inadequado.

POR

Redação

  • +A
  • -A

O primeiro incômodo de quem possui a pele muito seca é o aspecto opaco e a textura áspera. Entretanto, em longo prazo, o que mais preocupa é o envelhecimento precoce. A pele muito seca não possui uma proteção natural, produzida pelas glândulas sebáceas, e o resultado corresponde ao envelhecimento, com dermatites e alergias.

Causas da pele muito seca

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

Se a pele oleosa é mais propensa à acne, a pele muito seca acarreta outros incômodos. Segundo dermatologistas, além do ressecamento, a pele muito seca pode apresentar um aspecto áspero e placas esbranquiçadas, que podem causar coceira. Nestes casos, aplique compressas frias nas áreas de ocorrência de prurido e experimente cremes ou loções à base de cortisona se a pele estiver inflamada.

Entre as causas da pele muito seca, estão o tipo de sabonete, a temperatura do banho, a alimentação, alergias e má hidratação. E existem ainda outras possibilidades. Se o incômodo for grande ou o aspecto, nada animador, não deixe de procurar um médico dermatologista. Esse ressecamento pode ser sintoma de outra enfermidade ou decorrência de efeitos colaterais de medicação.

Como tratar e prevenir a pele muito seca

Quem possui pele muito seca precisa de limpeza e tonificação sob medida. Assim, o mais importante é manter uma rotina de cuidados. Primeiro, você pode trocar o sabonete facial em barra pelo líquido, que além de ser mais suave, limpa a pele sem remover completamente o manto hidrolipídico da superfície cutânea. 

O adstringente deve ser eliminado para não ressecar ainda mais a pele . Prefira permanecer com o tônico, e claro, não se esqueça de aplicar um hidratante facial com FPS pela manhã e um creme anti-idade noturno antes de dormir.

Confira outros cuidados importantes:

Evite fórmulas com álcool

Pessoas com pele muito seca não possuem a barreira de proteção adequada, facilitando o surgimento de alergias e infecções. Esse é um dos motivos pelos quais se deve evitar produtos que contenham álcool na fórmula, os quais ressecam ainda mais a pele.

Evite o uso de ácidos

Caso seja inevitável, escolha aqueles de concentração mais baixa. Durante o banho, prefira sabonetes de pH neutro que são os mais indicados. Os de pH alcalino removem o manto lipídico, a barreira que protege a pele.

Hidratação com cremes

Esta é a palavra de ordem para quem tem pele muito seca. Dermatologistas sugerem cremes e loções cremosas à base de ureia, devido a concentração deve ser de, pelo menos, 10% ou glicerina para caprichar na hidratação. No entanto, se a pele estiver machucada e com fissuras em função do ressecamento, o uso não é recomendado.

Cuidados no banho

Banhos demorados e muito quentes são contraindicados. Essa prática é uma das responsáves pela retirada do óleo natural da pele. Por se tratar de uma pele sensível, o uso de buchas e esfoliantes também não são indicados para a pele muito seca, pois podem irritam ainda mais. Quanto menos você esfregar a pele durante o banho, melhor.

Os sabonetes mais indicados são os mais oleosos, comumente à base de glicerina. Fique longe de produtos à base de enxofre e ácido salicílico. Os óleos de banho também são uma opção para deixar a pele ainda mais sedosa e cheirosa. Pode abusar do hidratante após o banho.

Maquiagem

A hidratação profunda é ainda mais necessária quando a pele recebe muita maquiagem. E se a pele muito seca não estiver hidratada, a maquiagem pode craquelar, dando a impressão de envelhecimento. Recomenda-se o uso de um primer hidratante antes do make, o que uniformiza a pele, hidrata e tem ativos benéficos em sua composição.

Gostuo do texto? Deixe seu comentário e compartilhe sua experiência! 

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ