Pele

04/12/2015 03:50 - Atualizado em 02/12/2016 03:08

Pele descascando tem solução: Veja o que fazer

Problema pode indicar doença cutânea ou excesso de exposição solar.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Pele descascando no verão não é legal. Embora não comprometa as tarefas diárias, pode ser desconfortável para muita gente.

Não é novidade que todos devem se proteger do sol. A exposição excessiva pode causar ardência e, mais tarde, a descamação. Agora, não pense que é apenas com filtro solar que você está livre do problema. Em alguns casos, ele pode ser indício de doenças de pele.

mulher com pele descascando

Pele descascando exige proteção redobrada

A pele é o maior órgão do corpo humano e tem função de proteger o organismo de ameaças externas. Entre os ativos protetores está a melanina, responsável não só pela pigmentação, mas também pela proteção contra os raios solares.

O excesso de raios ultravioleta causa a divisão das células cutâneas, enquanto a temperatura alta as resseca. A partir daí, o organismo age para criar uma nova camada de epiderme, a parte mais superficial do órgão, e as células mortas são eliminada com a descamação.

Para evitar a "troca de pele", é preciso cuidado constante com a exposição solar. Os horários mais indicados para curtir a areia da praia ou a própria piscina de casa são antes das 10 horas da manhã ou após as 4 horas da tarde. Este é o período em que a radiação ultravioleta está mais fraca.

Além desse cuidado em relação ao horário, o uso de filtro solar é fundamental. Além de ter o fator de proteção, garantindo uma barreira extra entre o corpo e os raios solares, o cosmético ainda conta com creme hidratante em sua composição, evitando o ressecamento das células.

Saiba Mais
Cuidados com a pele no inverno
Fototerapia ajuda a amenizar problemas de pele
Hidradenite supurativa: Doença da pele confunde pacientes

Descamação pode indicar doenças

Pele descascando após um "torrão" no sol não costuma ser problema, apesar de ser bastante desconfortável. Cremes hidrantes e loções pós-sol contribuem para refrescar a região afetada e otimizar a recuperação.

No entanto, o problema, em alguns casos, pode aparecer sem que a pessoa tenha tido esse contato excessivo com o sol. A descamação pode ser sintoma de uma doença de pele mais grave, exigindo uma visita ao dermatologista imediatamente.

Entre os problemas de saúde mais comuns que podem deixar a pele descascando estão a psoríase e o eczema, reações inflamatórias que também causam coceira. No entanto, vale lembrar que apenas um profissional pode avaliar o quadro e determinar a causa do sintoma. A partir do diagnóstico, pode-se realizar o tratamento mais adequado.

E você, já sofreu com pele descascando? Que cuidados você costuma tomar para evitar o problema? Deixe um comentário! E aproveite para conferir outras dicas de beleza aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
filtro solar
descamação
psoríase
eczema

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ