Pele

24/05/2015 12:25 - Atualizado em 17/11/2016 09:32

Evite os problemas de pele com cuidados básicos

A dermatite alergênica é ocasionada pelo contato recorrente com substâncias irritantes.

POR

Redação

  • +A
  • -A

A pele, o maior órgão do corpo humano, é alvo constante de alergias. Esses problemas geralmente são causados pelo contato com substâncias irritantes, pela proliferação de fungos ou por inflamações.

Confira uma lista com alguns dos problemas de pele mais comuns e saiba como tratá-los.

problemas de pele

4 problemas de pele

Dermatite de contato

É ocasionada pelo toque em produtos ou componentes que causem alergia. Costuma ser originada por substâncias ácidas, materiais alcalinos ou outros químicos. É dividida entre dermatite de contato por irritante primário ou dermatite alergênica. A primeira é originada já à primeira exposição. A segunda é ocasionada após diversas situações de toque.

Alguns dos materiais que podem causar dermatite são plantas, metais, cosméticos, detergentes, roupas sintéticas, solventes, adesivos e antibióticos. Os sintomas mais comuns são pele avermelhada, seca e áspera, além de comichão e bolhas.

Brotoeja

É uma dermatite inflamatória ocasionada pelo bloqueio das glândulas sudoríparas, impedindo a eliminação do suor. É normalmente vista em pessoas que estejam em ambientes quentes, mas com umidade. O uso de roupas muito quentes e febre alta também são motivadores da inflamação.

Mais recorrente em bebês, esses problemas de pele costumam aparecer no tronco, no pescoço, nas axilas e nas dobras. Podem ser bolhas pequenas e transparentes, em casos mais leves, ou lesões avermelhadas repletas de bolhas, nas versões mais profundas. Podem causar sensações de coceira e ardência.

Foliculite

É a inflamação dos folículos, ocasionadas geralmente por bactérias. Costuma aparecer em forma de espinhas com pontinhas brancas. É normalmente controlada com o tempo, não necessitando o uso de remédios.

Esse é um dos problemas de pele mais vistos em indivíduos que apostam na depilação. Os sintomas envolvem espinhas avermelhadas e inchadas, com ou sem a presença de pus. Também pode haver irritação da pele, trazendo sensibilidade para a região.

Em casos mais graves, quando a inflamação é localizada nas camadas mais profundas da pele, podem ser notados furúnculos. Esses deve ser tratados por dermatologistas.

Micose

As micoses são geradas por fungos. Eles se alimentam da queratina existentes na pele, na unha e nos cabelos, causando lesões. As condições favoráveis para a proliferação são calor, umidade, baixa imunidade e o uso de medicação contínua. Manchas brancas ou vermelhas que originam coceiras são um indício. Elas podem ter bordas e crostas, além de causar fissuras na pele.

Tratamento para os problemas de pele

Cada problema demanda uma solução. No caso das dermatites, por exemplo, é necessário limpar a pele com água para retirar qualquer traço da substância irritante. Cremes hidratantes, pomadas antialérgicas, medicamentos de via oral, compressas calmantes e loções secativas também podem ser indicados. As lesões costumam desaparecer após duas ou três semanas.

Para as brotoejas, o mais indicado é usar roupas leves, em casos mais simples. Se houver inflamações mais graves, antibióticos e corticoides podem ser recomendados.

A foliculite costuma desaparecer com o tempo. Porém, as lesões mais graves demandam cirurgia para a extração do pus. No caso das micoses, o tratamento é feito a partir do uso de medicamentos tópicos ou orais. Sugere-se não utilizar sapatos fechados por muito tempo e manter as dobras da pele sempre secas.

Gostou das dicas para evitar problemas de pele? Então deixe um comentário! E lembre-se que aqui no Vivo Mais Saudável sempre há novidades de beleza e saúde.

TAGS
dermatite
micose
brotoeja
foliculite

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ