Pele

13/02/2016 06:00 - Atualizado em 24/10/2016 04:13

Entenda a função das diferentes camadas da pele

Alguns cuidados são necessários para não danificar áreas mais profundas.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Você provavelmente já sabe que filtro solar é importante para prevenir queimaduras e que alguns cremes e óleos são ótimos hidratantes. Mas já parou para pensar por que esses cuidados são necessários? Já se perguntou sobre as funções das camadas da pele? Afinal, com tantos meios para mantê-la segura e saudável, é de se esperar que essa barreira natural do corpo seja importante, não é mesmo?

Conheça as camadas da pele

A pele é o maior órgão do corpo humano. É por meio dela que sentimos o toque, o frio e o calor. Cada camada tem funções próprias e todas merecem cuidados.

camadas da pele - pernas e mãos de mulher

As camadas da pele, de fora para dentro, são a epiderme, a derme e a hipoderme. A que tem mais contato com o ambiente externo, portanto, é a primeira. Ela lembra uma parede de pequenos tijolos e é composta por células epiteliais, que se dividem para haver uma renovação celular. Depois, elas evoluem e o corpo recebe uma espécie de capa de impermeabilização.

Trata-se de uma camada córnea feita de células mortas que, em conjunto com a queratina, vão descamando e impermeabilizam a pele até serem substituídas. O processo de renovação dura entre 20 e 30 dias.

A camada seguinte é a derme, a intermediária. Ela é a responsável pela resistência e pela elasticidade da pele. Tecidos conjuntivos, fibras colágenas, fibras elásticas, vasos sanguíneos e vasos linfáticos formam essa parte do corpo.

Esses componentes irrigam e garantem a nutrição da pele, dos nervos e das terminações nervosas, que repassam ao organismo as sensações necessárias para interagir com o ambiente. As células dessa camada também participam da regeneração da cútis.

A última e mais profunda das camadas da pele é a hipoderme, que envolve as células gordurosas. Isso permite que o órgão deslize sobre os músculos, fornecendo proteção contra traumas físicos e servindo de depósito de calorias.

Saiba Mais
Resultados do rejuvenescimento facial aparecem em 3 meses
Escolha o sabonete para o rosto ideal para sua pele
Garanta uma pele perfeita sem maquiagem

Cuidados com tratamentos estéticos

Os tratamentos estéticos vão desde aqueles que procuram apenas acelerar o processo de renovação celular até os que pretendem reduzir os sinais do tempo. Eles podem ser mais delicados ou mais abrasivos. Por isso, na dúvida, o indicado é sempre procurar um médico dermatologista para conduzir o processo sem danificar as camadas da pele.

Um dos tratamentos mais utilizados para a pele é o peeling. O de diamante é feito com dermoabrasão e tem como objetivo incentivar a renovação das células. É utilizado para a remoção de cicatrizes, manchas de pigmentação e rugas finas, visando a restaurar a estrutura epitelial.

Já o peeling químico envolve a aplicação de uma solução no rosto, causando descamação e surgimento de uma nova pele, mais lisa que a anterior. O peeling físico, por sua vez, consiste numa esfoliação para a retirada das células mortas.

Tratamentos com ácidos demandam cuidados a mais com a pele para manter ou recuperar a hidratação. Já os à base de laser exigem alguns dias de repouso longe do sol. De modo geral, para solucionar problemas mais simples, indicam-se as opções menos invasivas, que atuem apenas na camada externa e permitam uma recuperação imediata.

E então, aprendeu um pouco mais sobre as camadas da pele? Deixe um comentário! E aproveite para conferir as dicas de beleza do Vivo Mais Saudável.

TAGS
tecido epitelial
epiderme
hipoderme
tratamento estético

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ