Pele

29/06/2015 01:47 - Atualizado em 04/12/2016 07:55

Dermoabrasão renova a pele do rosto e remove tatuagens

Tratamento cirúrgico é feito com lixas que refinam camadas superficiais da pele.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Já imaginou renovar a pele e se livrar de cicatrizes e marcas profundas do rosto? A dermoabrasão ajuda a refinar as camadas superficiais da derme por meio do método de raspagem cirúrgica. O tratamento suaviza irregularidades da superfície e dá uma aparência mais suave à face.

O procedimento é usado com mais frequência para melhorar o aspecto de cicatrizes de acidentes ou de outras cirurgias. Também pode suavizar rugas faciais e remover tumores pré-cancerígenos ou cicatrizes profundas de acne. É, ainda, usada na remoção de tatuagens, manchas da idade e alterações por dano solar crônico. Saiba mais sobre a dermoabrasão.

dermoabrasao

A dermatologista Mônica Linhares aponta que a técnica é realizada mecanicamente através de lixas diamantadas ou escovas acopladas a motores de rotação. Também pode ser realizada manualmente, com lixas d'água. De acordo com a médica, o procedimento deve ser realizado em pacientes de pele branca ou morena clara, mais sensíveis ao sol.

Cuidados e restrições da dermoabrasão

A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica aponta que o risco mais comum da dermoabrasão é a alteração na pigmentação da pele. O escurecimento permanente pode ocorrer devido à exposição aos raios solares após o procedimento. Assim, é importante utilizar o protetor solar para proteger a pele.

Pequenas espinhas também podem surgir, mas elas costumam desaparecer com o tempo. Os poros da pele podem dilatar e retornar ao tamanho normal com a diminuição do inchaço. Os riscos do tratamento são reduzidos se ele for feito com um profissional qualificado.

Recuperação e resultados após a dermoabrasão

Não estranhe se sua pele ficar com aspecto avermelhado logo após o procedimento. Comer e falar pode ser dolorido pelo atrito que foi criado na face. Os pacientes podem sentir também formigamento e queimação, que podem ser controlados com medicamentos prescritos pelo profissional responsável pelo procedimento. O inchaço começa a diminuir em até uma semana.

Durante a cicatrização, forma-se uma crosta sobre a área tratada, que cai à medida que uma nova camada de pele for produzida pelo organismo. Por isso, seu rosto pode coçar e incomodar. Os homens que realizam a dermoabrasão devem ter cuidados especiais com a barba e evitar removê-la enquanto a derme cicatriza.

Caso você observe piora no quadro de vermelhidão e coceiras, isso pode ser um sinal de que algo anormal está acontecendo. Entre em contato com o seu dermatologista o mais rápido possível.

O consumo de bebidas alcoólicas é liberado somente três ou quatro semanas após procedimento. É importante proteger a pele do sol até que haja pigmentação suficiente na pele, o que leva entre seis meses e um ano.

A dermatologista ressalta que, após esse período, é preciso ser feita uma avaliação final sobre o procedimento. “Assim, podem ser cogitadas novas intervenções. Depois de ser reavaliado, o paciente decide se será feita uma nova dermoabrasão ou não. O tempo entre um tratamento e outro depende de cada paciente”, alerta Mônica.

Gostou das dicas de beleza? Conte para nós! E aproveite para conferir as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
remover tatuagem
cicatrizes
rugas
pele renovada

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ