Pele

22/12/2015 04:00 - Atualizado em 28/11/2016 12:01

Como se depilar em casa de 3 maneiras diferentes

A troca do produto depilatório deve ser periódica para evitar alergias.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Saber como se depilar em casa é uma forma de economizar, mas sem abrir mão do visual. No entanto, para ter sucesso no procedimento, é importante tomar alguns cuidados para não comprometer a saúde da sua pele.

Confira a seguir três maneiras de deixar sua pele lisinha e saudável.

mulher sabe como se depilar em casa na banheira com lâmina

Como se depilar em casa de 3 formas

A dermatologista Tatiane Watanabe explica que, para se depilar em casa, é preciso habilidade e paciência. Além disso, ela alerta que não é recomendada a depilação em locais de difícil acesso ou com pouca visibilidade. 

Lâmina

Um dos métodos mais práticos e populares de depilação caseira é com a lâmina. Segundo a dermatologista, nesse caso, o pelo é removido logo abaixo da altura da pele, sem ação na raiz. Por isso, os fios se tornam visíveis em pouco tempo.

Ao contrário do mito, a depilação com lâmina não engrossa os pelos. Por outro lado, aumenta o risco de pelos encravados e de infecções.

Cera

Usar cera é, sem dúvida, a maneira mais dolorosa de se depilar em casa. No entanto, é a que exige menor frequência, pois retira a maior parte dos fios desde a raiz. Assim, eles demoram mais tempo para ficar visíveis novamente.

O produto pode ser encontrado nas formas de cera quente ou fria e é aplicado sobre a pele e retirado em um movimento preciso, eliminando todos os pelos da região. Isso exige cuidado para não lesionar a derme.

De acordo com Tatiane, pessoas com pele sensível - como aquelas em uso de isotretinoína, por exemplo - devem evitar esse método. Além disso, é preciso muita atenção quanto à temperatura do produto e à higiene da cera, a fim de evitar irritações e manchas na pele.

Creme depilatório

Os cremes depilatórios são uma opção indolor e bastante fácil de aplicar. Porém, também não agem na raiz, demandando uma frequência maior de depilação. Além disso, é importante saber que esses cremes geralmente contêm enxofre, o que associa esse método a um maior risco de irritação e alergia e a um cheiro não muito agradável.

Saiba Mais
Como se depilar sozinha com segurança
Fique atenta: Ceras de depilação podem causar alergia
Fotodepilação promete eliminar pelos por mais tempo

Riscos da depilação caseira

Escolher bons produtos e ser gentil com a pele é fundamental para evitar agressões nas regiões depiladas. A troca frequente da lâmina, da cera ou do creme também são hábitos essenciais.

Entre os principais riscos da depilação caseira, estão: queimaduras, quando há o uso errado da cera quente; foliculite, uma infecção do folículo piloso; pelos encravados; reações alérgicas; hiperpigmentação pós-inflamatória (manchas).

Além disso, a dermatologista Tatiane explica que áreas machucadas não devem ser depiladas, pois o processo pode agravar ainda mais o ferimento. Caso surjam dúvidas, desconfortos, manchas ou dores desconhecidas durante o procedimento, é importante consultar-se com um dermatologista para que ele possa lhe orientar sobre o melhor método para o seu tipo de pele.

Você costuma se depilar em casa? Tem outras dicas? Deixe um comentário! E continue acompanhando as dicas de beleza do Vivo Mais Saudável.

TAGS
depilação caseira
cera
lâmina
creme depilatório

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ