Pele

10/06/2015 11:37 - Atualizado em 10/12/2016 02:07

Ácido azelaico age contra acne e manchas de pele

O produto é indicado para combater cravos e tem efeitos que contribuem para o rejuvenescimento.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Já ouviu falar desta novidade entre os tratamentos estéticos do rosto? O ácido azelaico vem fazendo sucesso e promete combater as acnes, eliminar rugas, clarear a pele e evitar o surgimento de novas manchas. A técnica pode ser feita em casa, com fórmulas manipuladas, seguindo a orientação de um profissional.

Uso de ácido azelaico em tratamentos estéticos

Os tratamentos com ácidos já são famosos e viraram os queridinhos de muitas mulheres. Com diferentes composições e benefícios, eles ajudam na manutenção da saúde da pele, proporcionando mais beleza e aumentando a autoestima. O ácido azelaico é uma das novidades e age principalmente contra a acne e as manchas do rosto.

O produto é vendido em farmácias e também possui fórmulas manipuladas. Vale lembrar que a utilização deve ser feito sempre com a prescrição de um dermatologista, que indica a melhor maneira de usar para conquistar os objetivos individuais.

acido azelaico

A concentração do ácido azelaico pode variar entre 5% e 25%, podendo ser em gel ou creme. A opção em gel é indicada para rostos com pele oleosa. A em creme, para pele seca e todo o corpo.

Com ação anti-inflamatória, antibacteriana e comedolítica (combate os cravos formados na pele), o produto age de diferentes formas, dependendo do tipo de pele, do objetivo e da técnica de aplicação.

Para a acne, ele combate as bactérias que causam lesões e inflamações; para os cravos, ajuda a diminuir os pontos, com efeito anti-inflamatório e secativo; para melasma, clareia as manchas e ajuda no tratamento do problema durante a gravidez.

A ação clareadora do ácido azelaico age nos melanócitos (células que produzem o pigmento melanina), interrompendo essa atividade e seu desenvolvimento. Ele possui um princípio ativo que não age no pigmento normal da pele, mas apenas nos pontos em que há excesso de pigmentação, eliminando manchas e evitando o surgimento de novas.

Indicações e contraindicações

O tratamento com esse tipo de ácido é indicado para acne vulgar, leve e moderada e para hiperpigmentação da pele. Também é uma opção terapêutica para o melasma na gravidez, não possuindo restrições para o uso em gestantes. Pode ser utilizado tanto no rosto quanto no corpo.

O procedimento é muito recomendado também para clarear o escurecimento da pele causado por foliculite e pelos encravados no corpo, como nas pernas e na virilha. Tem pequena ação esfoliante, podendo ser utilizado ainda como fator de rejuvenescimento, suavizando rugas e linhas de expressão.

Não existe contraindicação para o uso do ácido azelaico, embora seja necessário tomar cuidado com a proteção da pele, utilizando protetor com fator mínimo de 30. O ideal é aplicar filtro solar todos os dias, mesmo quando o tempo estiver nublado.

Assim como os outros ácidos, ele pode causar irritação, ardor e coceira, mas são sintomas leves. Em situações mais graves, em que o incômodo for maior, é indicado interromper o uso do produto e procurar o médico que recomendou o tratamento para que ele possa orientar as medidas necessárias.

Quais são seus segredos de beleza? Compartilhe conosco! E aproveite para conferir novidades de saúde e bem-estar aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
rugas
manchas
melasma
cravos

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ