Para Eles

13/03/2016 07:00 - Atualizado em 02/12/2016 09:47

Veja como aparar a barba sem fazer feio

Cuidados vão desde como manter um design legal até evitar os pelos encravados.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Cultivar os pelos faciais é uma tendência que parece que não sairá de moda tão cedo. Por isso, homem que não sabe como aparar a barba, nos dias de hoje, está em uma roubada.

Para manter um visual bonito e a saúde em dia, cuidados tanto com o design quanto contra a foliculite, por exemplo, são mais que necessários. Confira algumas dicas para se manter na moda sem deixar de lado questões dermatológicas.

homem que sabe como aparar a barba

Folicu... O quê?

Foliculite é uma inflamação de um ou mais folículos pilosos, que é popularmente conhecida como pelo encravado, conforme explica a médica Carolina Marçon, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia.

“O problema - que atinge a área da barba, mas não somente - pode ser causada por bactérias, vírus ou fungos. Porém, a que mais comumente acomete os homens é a chamada foliculite mecânica, causada por maus hábitos na hora de barbear”, afirma a dermatologista.

A manifestação pode ser identificada por meio de vermelhidão no orifício do pelo ou por uma formação de pequenas pústulas (bolhas de pus) na região. Segundo a profissional, o principal motivo para esse mal é o uso da lâmina no sentido inverso ao crescimento dos pelos, o que faz com que eles penetrem para baixo da pele mesmo antes de serem cortados.

O ideal, portanto, é aparar a barba no sentido do crescimento dos pelos, passando o menor número possível de vezes o aparelho sobre a pele. Quanto mais contato ele fizer, maior é o risco de traumas e de irritação.

homem que sabe como aparar a barba penteia os fios

4 dicas de como aparar a barba

Agora que você já sabe evitar os desagradáveis pelos encravados, chegou a hora de aprender como aparar a barba sem fazer feio, deixando o design do jeito que você tanto deseja. Confira essas quatro dicas e arrase.

1. Espere o tempo certo

Antes de qualquer outro ponto, é preciso esperar. O recomendado é aguardar a barba crescer de quatro a seis semanas antes de apará-la pela primeira vez. Neste período, ela ainda está em crescimento e um pouco desgrenhada e, por conta disso, você não sabe ao certo qual o formato dos fios e como eles ficam no rosto.

2. Escolha os aparelhos adequados

Existem hoje no mercado, basicamente, quatro aparelhos para aparar a barba: a tesoura, para barba mais compridas; o aparador, mais prático; o barbeador, mais básico; e a navalha, mais retrô. Cada um tem os seus prós e contras e cabe a você escolher qual método é o mais adequado.

3. Cuide do pré e do pós-barba

Na hora de tirar ou aparar os pelos, também é sempre bom ter à mão um creme de barbear para hidratar a pele e amolecer os fios. Utilizar uma loção pós-barba na sequência também é recomendado. Há, inclusive, loções que acalmam, cicatrizam e protegem a pele.

4. Lembre-se: Calor antes, frio depois

Por fim, a dermatologista afirma que a melhor maneira de fazer a barba é logo após o banho. “A pele está mais macia e hidratada, levando à diminuição dos riscos de ferimentos. Além disso, os poros ficam mais dilatados e os pelos, mais maleáveis, minimizando-se os traumas à cútis durante o barbear”.

Vale lembrar que a recomendação serve para as áreas em que você remove os pelos totalmente. No caso das barbas compridas, elas devem ser aparadas quando estão secas.

O ideal é utilizar água fria após o barbear, pois a água fria causa o fechamento dos poros e vasinhos, evitando sangramentos.

Gostou das dicas de beleza? Então aproveite e compartilhe o artigo com seus seguidores nas redes sociais! E não se esqueça de conferir outras novidades aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
pelos faciais
manutenção da barba
foliculite
aparelhos de barbear

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ