Para Eles

03/06/2015 07:08 - Atualizado em 14/08/2016 06:18

Transplante de barba corrige falhas nos pelos faciais

Diferentes técnicas de transplante da barba permitem visual cerrado no rosto do homem.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Um dos principais alvos da vaidade masculina, os pelos na face nascem de formas diferentes em cada homem. Para aqueles que não conseguem fazê-los crescer, o transplante de barba é uma solução para deixar o rosto preenchido.

Qualquer que seja o tipo de barba, é necessário que os fios cheguem a determinado comprimento para “fechar” a região abaixo do nariz, o queixo, parte das bochechas e o pescoço. Porém, é comum que alguns homens não desenvolvam pelos por toda a face e procurem o transplante de barba para resolver o problema. Quer saber um pouco mais sobre essa técnica? Confira.

Como é feito o transplante de barba?

O grupo que mais procura o transplante de barba está entre os homens de 25 e 50 anos que apresentam poucos pelos no rosto ou, quando os tem, são geralmente raros e falhados. Quando transplantam a barba, eles passam por uma técnica que consiste na transferência de alguns fios individuais para o rosto.

transplante de barba

Os pelos que são transplantados podem sair da própria barba ou do cabelo. Uma situação comum é a de homens que desenvolvem mais fios na parte de baixo da face e buscam trazê-los para a região lateral ou frontal do rosto.

Com o transplante, é possível mudar os fios de lugar em um procedimento que costuma não deixar cicatrizes, exigindo sedação leve e anestesia local. Dependendo da quantidade de barba que será transplantada, a técnica pode levar de cinco a sete horas para estar completa.

Homens com menos de 18 anos não devem realizar o transplante de barba, pois ainda se encontram em desenvolvimento hormonal. Recomenda-se fazê-lo em casos de reconstrução do rosto, cobertura de cicatrizes de lábios leporinos ou marcas profundas de acne.

Os profissionais responsáveis devem ser indicados por dermatologistas. Os resultados efetivos aparecem por volta do terceiro ou quarto mês depois de feito o transplante.

Conheça as técnicas de transplante de barba

Os pelos utilizados no transplante são retirados principalmente de trás da nuca ou da região abaixo do pescoço masculino.

Existem, basicamente, duas técnicas para o procedimento. Uma delas é a extração unitária folicular, que consiste no uso de uma agulha para retirar fios individuais, de forma alternada, por meio de uma microcirurgia. No pós-operatório, é raro sentir dores.

Outra maneira de fazer o transplante de barba é pela transplantação unitária folicular, que é um pouco mais dolorosa. Com um bisturi, o médico faz um corte de mais ou menos 15 milímetros na região do couro cabeludo. No rosto do paciente, são distribuídos os folículos de forma milimétrica, doados às regiões da face onde estão as falhas.

Depois de realizado, o procedimento é permanente. Como os pelos são do próprio paciente, não existem riscos de reações alérgicas ou rejeição. Após 15 dias, o homem já pode usar aparelho para barbear, sendo as lâminas evitadas por, pelo menos, um mês. Se preferir, é possível remover toda a barba, ficando com o rosto liso, ou deixar a barba novamente cerrada.

O pós-operatório é bastante tranquilo. Em alguns casos, pode ocorrer inchaço e vermelhidão leve nos primeiros dias. No entanto, já é possível seguir com as atividades cotidianas logo depois do procedimento.

Você recorreria ao transplante de barba? Deixe seu comentário! E aproveite para conferir as dicas de beleza e estilo do Vivo Mais Saudável.

TAGS
vaidade masculina
rosto
barbear
pelos

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ