Para Eles

20/06/2015 02:35 - Atualizado em 27/11/2016 12:58

Micropigmentação capilar disfarça sinais de calvície

Técnica de preenchimento do couro cabeludo dá impressão do folículo piloso em crescimento.

POR

Redação

  • +A
  • -A

A calvície é um problema para muitos homens, podendo afetar diretamente a autoestima e a confiança. Para minimizar o impacto da perda dos fios, a micropigmentação capilar está se tornando cada vez mais popular entre o público masculino.

Entre os 20 e os 30 anos, muitos homens já começam a procurar tratamentos para impedir ou, ao menos, retardar a queda do cabelo. Porém, na maioria das vezes esses procedimentos se mostram ineficazes.

Como a micropigmentação capilar é feita?

O procedimento consiste na aplicação de pigmento na pele do couro cabeludo. Pequenos pontos são feitos na região, dando a impressão de folículos capilares, ou seja, de uma fase inicial do crescimento dos fios. O resultado é similar a um cabelo raspado.

Semelhante ao processo de tatuagem, a micropigmentação capilar utiliza agulhas diferentes, especiais para a aplicação dos pontos. Além disso, o pigmento é inserido numa camada mais profunda da pele.

micropigmentacao capilar

O tratamento pode ser feito em qualquer pessoa com calvície, reproduzindo uma aparência natural. Contudo, para evitar possíveis resultados negativos, é fundamental pesquisar por um bom profissional, experiente e reconhecido no mercado.

A cada sessão, novos tons são utilizados, visando a trazer naturalidade à região.

Camuflagem das falhas do couro cabeludo

Além dos homens calvos, a micropigmentação capilar também pode ser uma alternativa para quem sofre com falhas no couro cabeludo. A técnica disfarça as partes sem cabelo, dando mais uniformidade e impressão de cabeça preenchida.

Essa pode ser uma opção para quem sofre com alopecia - queda em determinadas partes - e, até mesmo, para quem possui os fios muito finos, deixando o couro cabeludo muito à vista.

Homens que tenham cicatrizes de outros tratamentos capilares - como, por exemplo, transplante de cabelo - também podem utilizar o procedimento a seu favor. A técnica disfarça marcas e manchas de maneira natural.

Investimento alto

As sessões costumam durar entre duas e quatro horas. Um pacote com três procedimentos fica em torno de R$ 4 mil a até R$ 9 mil. Vale lembrar, também, que em alguns casos a micropigmentação capilar pode desbotar e precisará de retoques, o que varia muito de pele para pele.

Após o procedimento, é possível que a região fique avermelhada nas primeiras horas, mas isso tende a diminuir logo em seguida. Além disso, a cor vai atenuando nas primeiras quatro semanas, chegando a um tom mais natural.

É preciso proteger a região de raios solares e sempre lembrar de utilizar filtro solar.

Sofre com problemas como calvície ou falhas no couro cabeludo? Acha que a micropigmentação capilar pode ser uma boa solução para o seu problema? Deixe um comentário!

Lembre-se que se sentir bem é fundamental para uma vida mais feliz. Por isso, não deixe de conferir as dicas de beleza e bem-estar do Vivo Mais Saudável.

TAGS
cabelos
estética
calvície
perda de cabelo

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ