Estética

22/12/2014 01:18 - Atualizado em 01/12/2016 12:25

Visagismo propõe ajuste entre beleza e personalidade

Visagismo deixa a beleza externa em sintonia com as características individuais de cada pessoa.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Você já ouviu falar em visagismo? Essa é uma técnica criada pelo cabeleireiro e maquiador francês Fernand Aubry. Seu objetivo? Harmonizar a beleza com a personalidade das pessoas. Saiba mais como ela funciona e veja no que ela pode ajudar para você se sentir mais bonita.

Visagismo no Brasil

Atualmente, está no Brasil um dos principais entusiastas da teoria do visagismo: o artista plástico anglo-brasileiro Philip Hallawell. Ele lançou recentemente o livro “Visagismo | Harmonia e estética”, pela Editora Senac.

Na obra, Hallawell adequou arquétipos de personalidade definidos pelo psicanalista Carl Jung ao mundo da estética, redefinindo os tipos de beleza, que foram classificados em quatro categorias. Conheça todas elas a seguir.

visagismo

Categorias de beleza no visagismo

Beleza Sanguínea

As donas desse tipo de beleza são pessoas enérgicas, extrovertidas e positivas. Apresentam traços inclinados no rosto, o que acaba se repetindo nas roupas e no cabelo. Para elas, a cor é o amarelo e a forma que as representa é um triângulo.

Beleza Fleumática

Pessoas de beleza fleumática são calmas, tranquilas e fechadas. Seus traços são arredondados e a aparência lânguida. Sua cor é o roxo e a forma é o círculo.

Beleza Colérica

Homens e mulheres de beleza colérica têm personalidade e temperamento forte, são determinados e conhecidos por sua atitude. Uma característica dessa beleza são as linhas retas e grossas. A cor é dos coléricos é o vermelho e sua forma é o retângulo.

Beleza Melancólica

Essa é a beleza de pessoas sonhadoras, introvertidas, criativas e atenciosas. As linhas dessas pessoas são finas, verticais e onduladas. Sua cor é azul e a forma é oval.

Entretanto, uma pessoa pode ter sua beleza classificada em mais de uma das categorias do visagismo, segundo o próprio autor da teoria. A atriz norte-americana Meryl Streep é um exemplo, pois possui características equilibradas entre os quatro tipos de beleza, segundo Hallawell. Esse diferencial pode ser um ponto a seu favor e que aparece na facilidade para interpretar personagens diferentes ao longo da carreira.

Por que aderir à técnica

O visagismo ajuda a harmonizar a aparência. Dessa forma, quando uma pessoa de beleza melancólica tinge o cabelo com um vermelho bem chamativo, por exemplo, ela pode ter uma crise de identidade. Já cabelos mais excêntricos, típicos dos coléricos, atraem muita atenção, o que sobrecarrega a personalidade introvertida da pessoa de beleza melancólica.

Por isso, identificar e conhecer o tipo de beleza faz toda diferença na hora de transformar o visual. Seguindo as linhas e cores adequadas, há grandes chances de gostar do que vê no espelho e até mudar a forma como as pessoas veem você.

Com cuidado, é possível misturar características dos arquétipos do visagismo e adicionar características que podem impulsionar o humor, as relações interpessoais e até mesmo a carreira profissional, sem esquecer a essência da personalidade de cada um, é claro.

Entender como as linhas e formas refletem a personalidade é fundamental para um trabalho bem executado. Mesmo as pessoas que compartilham um tipo de beleza não são iguais. Por isso, refletir no visagismo alguma característica particular pode fazer toda diferença no resultado final.

E aí, já sabe qual o seu tipo de beleza? Deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
beleza
personalidade
tipos de beleza
mulher

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ