Estética

05/03/2015 01:21 - Atualizado em 19/12/2016 01:39

Técnicas de remoção de tatuagem avançam cada vez mais

Cientistas tentam fazer a remoção de tatuagem ser um processo menos agressivo.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Você já tatuou algo e depois se arrependeu? Então já deve ter buscado alguma técnica para remoção de tatuagem. Pode ser com raio laser, ou de maneiras mais agressivas, como a dermoabrasão e a excisão. Porém, para quem não suporta mais a própria tattoo, cientistas vêm desenvolvendo formas simples de corrigir o erro do passado.

Remoção de tatuagem é processo doloroso

"Era melhor não ter tatuado" é um pensamento comum de quem passa pela remoção de tatuagem. Se fazer o desenho com as agulhas dói, removê-lo é ainda pior. No processo de excisão, por exemplo, uma cirurgia retira a camada de pele tatuada e a fecha com pontos. Por deixar uma cicatriz, essa técnica somente é recomendável para figuras pequenas.

remocao de tatuagem

Na dermoabrasão, a pele também é removida, mas com lixas ou com um instrumento rotativo de alta velocidade, como os discos abrasivos e os escovões. Após o procedimento, a pessoa sente dores como se a pele tivesse sido queimada intensamente.

Para que haja cicatrização, é preciso esperar cerca de dez dias, quando o tecido epitelial começa a criar uma tonalidade rosa. A aparência normal volta apenas três meses depois. Quem opta por essa técnica precisa evitar exposição ao sol por meio ano e utilizar protetor solar todos os dias.

A remoção de tatuagem a laser é a mais indicada pelos dermatologistas. Apesar de também agredir a pele, esse procedimento é mais suportável em relação a outros. Ele funciona "quebrando" ou "explodindo" os pigmentos em partículas que são absorvidas e, depois, eliminadas pelo organismo.

Em cada sessão, a tatuagem clareia um pouco mais. O número de sessões depende do tamanho da marca.

O tratamento costuma ser desconfortável e funciona como se o paciente sentisse um elástico batendo repetidas vezes sobre a pele. No final, ocorre a sensação de queimadura. A pele cria casquinhas, que vão saindo aos poucos. Depois de 20 dias ou mais, o tecido começa a voltar ao normal e a tatuagem vai parecendo falhada, até sumir.

Novos produtos para remoção de tatuagem

Pesquisadores da Universidade de Dalhousie, no Canadá, estudam uma nova forma de remoção de tatuagem. Um creme promete tirar as marcas de forma fácil, com aplicações que melhoram o aspecto da pele sem dor e sem as agressões do laser e de outras técnicas já existentes.

Os responsáveis pelo desenvolvimento do produto dizem que ele funciona agindo diretamente nos macrófagos, células que absorvem a tinta. Quando se faz uma tatuagem, a tintura marca uma camada mais superficial da pele, o que gera um processo inflamatório que torna possível a visibilidade permanente.

O creme para remoção de tatuagem funcionará penetrando os macrófagos que não foram preenchidos. Eles consumirão os pigmentados e substituirão o local da tatuagem que, aos poucos, irá se apagando. O processo promete não causar inflamações e, por ora, está sendo testado em orelhas de porcos tatuados.

Sem data certa para chegar ao mercado, o produto terá um preço médio de 13 reais e o conteúdo será suficiente para apagar 10cm de marca. No entanto, não se sabe quantas aplicações serão necessárias para  apagar completamente a tatuagem.

Gostou das dicas de beleza? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar por dentro de todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
tatuagem
remoção
laser
dermoabrasão

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ