Estética

27/02/2015 08:32 - Atualizado em 03/12/2016 11:31

Tanorexia: Tomar sol demais pode ser um vício

A tanorexia é a obsessão por banhos de sol e uso excessivo de bronzeadores.

POR

Redação

  • +A
  • -A

A tanorexia é o vício em bronzeado. Mulheres e homens que sofrem com a obsessão procuram sempre uma oportunidade de ganhar aquela "corzinha", mesmo que, para isso, recorram até às perigosas câmaras de bronzeamento. Saiba quando uma ida inocente à praia esconde um problema mais sério.

tanorexia

A exposição solar estimula a produção de endorfina, que traz a sensação de bem-estar e relaxamento. É por isso que, ao longo do tempo, muitos perdem a noção e acabam ficando horas e mais horas em cadeiras de praia, expondo o corpo a riscos como câncer de pele e queimaduras.

Para Carla Albuquerque, dermatologista de São Paulo e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, o problema é parecido com outros distúrbios. "A tanorexia possui pontos em comum com a dependência química, com o transtorno dismórfico corporal (insatisfação com a própria imagem), com o transtorno obsessivo compulsivo e com transtornos alimentares".

Sintomas da tanorexia

Se você apenas pega um solzinho na praia de vez em quando, não se preocupe. A tanorexia vai além: é uma compulsão pelo bronzeado, que deve estar intacto o ano inteiro. Por envolver uma obsessão, a doença pode causar problemas com amigos e família, já que leva a irritabilidade e sensação de abstinência. Veja os sintomas:

- Exagero na exposição ao sol ou nos bronzeamentos a jato.

- Sensação de tristeza e ansiedade toda vez que se está diante de um espelho. A cor vista nunca é a desejada.

- Síndrome de abstinência, que causa irritação e raiva.

- Comparação do bronzeado com o de outras pessoas.

Tratamento da tanorexia

Para evitar consequências, é necessário procurar ajuda. "O tratamento da tanorexia se baseia no uso de medicamentos, que ajudam a controlar a obsessão e o comportamento compulsivo, associado à psicoterapia. Nesses casos, um profissional da área deve ser procurado o mais breve possível”, salienta a dermatologista Carla.

Também são indicados cuidados com a exposição ao sol. Confira:

- Ao acordar, aplique o protetor solar de sua preferência em todo o seu corpo. No rosto, escolha a versão que combina mais com o seu tipo de pele. Os cremes, mais hidratantes, são indicados para a pele seca, enquanto os géis devem ser usados por pessoas com pele oleosa.

- Após algumas horas, aplique novamente o produto nas regiões expostas, como rosto, braços, pescoço e pernas.

- Para evitar queimaduras e o aparecimento de câncer de pele, vá à praia em horários com menor incidência de raios ultravioleta. Tente ir antes das 10h e após as 16h.

- Utilize protetores solares com fator de proteção acima de 30. Eles ajudam a bloquear os raios e garantem a proteção da pele por inteiro. Os bronzeadores são proibidos, já que não protegem e permitem o aparecimento de queimaduras, manchas e câncer.

- Vá ao dermatologista pelo menos uma vez por ano. Ele irá indicar os produtos que garantirão a proteção de sua pele.

- Se você ou alguma pessoa próxima desconfiar que seu gosto por bronzeado é excessivo, procure ajuda de um profissional. Você também pode ter tanorexia.

Gostou das dicas para preservar sua beleza? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
bronzeado
proteção solar
praia
obsessão

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ