Estética

08/08/2015 12:41 - Atualizado em 02/12/2016 11:37

Sobrepeso pode causar manchas na virilha

Laser, peeling e medicamentos tópicos são os tratamentos mais utilizados para o problema.

POR

Redação

  • +A
  • -A

A irritação provocada pelo atrito constante é a principal causa apontada pelos especialistas para o aparecimento de manchas na virilha. Com o tempo, como forma de proteção, a pele vai ficando mais espessa e sofre hiperpigmentação - aumento na produção de melanina.

As mulheres morenas e as que estão com sobrepeso são as principais vítimas do problema. Nas morenas, as manchas ficam mais escuras e, na hora do tratamento, é preciso cuidado para evitar que a área não fique clara demais em relação ao resto do corpo.

Já as que estão acima do peso ideal têm excesso de gordura na região. Nesses casos, o atrito é maior e a irritação também é mais frequente. Em dias quentes, o suor aumenta o desconforto.

A umidade causada pelo uso corriqueiro de calças, principalmente as jeans, e calcinhas sintéticas justas demais agrava a situação. Ocorre a proliferação de fungos e bactérias, provocando coceira, descamação e, consequentemente, o escurecimento da pele. Por isso, recomenda-se a utilização de roupas mais soltas, confeccionadas com tecidos macios e leves.

manchas na virilha tratamento a laser

Depilação causa manchas na virilha

Os dermatologistas apontam outros motivos para o surgimento de manchas na virilha. Processos alérgicos, irritações causadas por cremes e as depilações também provocam o escurecimento da pele na região.

Tanto o atrito das lâminas quanto o uso repetitivo de ceras quentes e frias podem causar traumas no local, gerando inflamação e vermelhidão em um primeiro momento e o escurecimento posterior. O problema é conhecido clinicamente como hipercromia residual pós-inflamatória.

Deve-se evitar o atrito excessivo com a lâmina e não passá-la a seco na virilha. Antes do processo, é recomendado usar cremes, loções ou mesmo sabonete na pele e, após a depilação, cosméticos com efeito calmante e hidratante, como os à base de aloe vera. Os desodorantes e soluções com álcool devem ser evitados.

Nos casos de contaminação por fungos e bactérias, é necessário recorrer, com prescrição de um dermatologista, aos cremes com antimicóticos.

manchas na virilha mulher se depilando

Cuidado com as receitas caseiras

Para eliminar as manchas na virilha, os dermatologistas indicam substâncias clareadoras com despigmentantes, como hidroquinona, vitamina C e ácido kójico.

As opções mais procuradas para o clareamento são as aplicações de laser - que removem parte da pigmentação escura -, ácidos clareadores, despigmentadores e peelings superficiais - que não agridem a pele e auxiliam na remoção de células mortas. O número de sessões depende do grau de escurecimento da virilha.

Para evitar desconforto no verão, o ideal é que o tratamento seja realizado em épocas de clima mais ameno. E tenha cuidado: receitas caseiras podem provocar danos inesperados à pele, como o próprio aumento das manchas na virilha, o que torna a remoção ainda mais complicada.

Entre as soluções mais utilizadas estão amido de milho, limão com açúcar, aveia com fubá, água oxigenada e talco. O amido de milho alivia a irritação, mas não é capaz de clarear a pele. O limão pode até piorar a situação, provocando queimaduras em caso de exposição solar.

Pela espessura granulada da mistura, o fubá com aveia pode ferir a pele e, por consequência, escurecê-la ainda mais. Já a água oxigenada é um produto químico. Em contato com a região afetada, causa queimaduras e intoxicação. Por fim, o talco contribui para reduzir o atrito, mas, dependendo de sua composição, pode irritar a pele e causar efeito adverso.

Você tem manchas na virilha? Já recorreu a alguma solução "milagrosa" dessas? Deixe um comentário e compartilhe sua experiência! E lembre-se que o Vivo Mais Saudável sempre traz novas dicas para sua beleza.

TAGS
depilação
sobrepeso
manchas escuras
clarear a virilha

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ