Estética

20/01/2015 02:30 - Atualizado em 03/12/2016 12:50

Pintura corporal é alternativa para curtir o Carnaval

A pintura corporal é uma opção bonita e chamativa para o Carnaval, mas é preciso ter alguns cuidados.

POR

Redação

  • +A
  • -A

A pintura corporal é uma técnica muito utilizada no Carnaval. Além de bonita e chamativa, é uma opção bem diferente para fugir das tradicionais fantasias carnavalescas. Os tipos são os mais variados, indo desde pinturas faciais até desenhos que imitam uma roupa.

Porém, é  preciso ter alguns cuidados na hora de utilizar a técnica. Usam-se tintas especiais, por exempo, para evitar complicações de saúde posteriormente.

pintura corporal

Como é feita a pintura corporal

Com origem no Egito Antigo, a pintura corporal chegou ao Brasil por meio da cultura indígena, quаndо о homem pintava о corpo еm sinal dе respeito аоѕ ѕеuѕ deuses раrа comemorar а fartura nа colheita, раrа pedir chuva оu раrа ir à guerra.

Atualmente, as pinturas têm função mais artística, mas ainda trazem seus significados. Várias técnicas е estilos são utilizados, deixando as comemorações do Carnaval ainda mais coloridas e alegres.

Existem diversas formas de fazer a pintura corporal. Elas vão desde detalhes mais simples, que você pode fazer em casa mesmo, até desenhos superproduzidos e elaborados, que são feitos por profissionais. A maioria dos artistas que fazem esse trabalho são maquiadores, que aprimoram suas técnicas e fazem verdadeiras obras de arte no corpo.

As tintas usadas são especiais para pintura na pele, sendo à base de óleo e secando rapidamente. As pessoas podem transpirar sem estragar a maquiagem e sem provocar reações alérgicas. Além das tintas, também é possível usar pedras, que são coladas com cola cirúrgica.

As pinturas podem demorar de uma a quatro horas para serem feitas, dependendo muito do tipo e tamanho do desenho. A tinta dura cerca de quatro horas no corpo, sem precisar de retoques. Por ser à base de óleo, ela não sai com água e nem com suor.

Para retirar a pintura corporal é preciso dissolver a tinta com óleo mineral, podendo-se usar também lenços umedecidos e removedores de maquiagem para o rosto.

Riscos da pintura corporal

pintura corporal

Por mais bonita e chamativa que seja a pintura corporal, é preciso ter alguns cuidados, pois ela pode trazer riscos para a saúde, principalmente no verão.

Além da atenção na hora de escolher as tintas, também é importante cuidar da preparação e da proteção da pele.

Os primeiros cuidados já devem começar 48 horas antes de a pintura começar. As tintas que serão utilizadas na pele devem ser testadas antes no antebraço, para ver se ocorre alguma reação alérgica

Não se deve usar qualquer tipo de tinta e nem cobrir mais de 50% do corpo, pois isso pode causar sérios problemas dermatológicos.

Para quem for pular Carnaval com a pintura, os cuidados devem ser redobrados. É importante ficar atento a algumas áreas do corpo que são mais sensíveis, pois com o suor a tinta pode causar irritações.

As principais áreas às quais se deve ficar atento são pálpebras, mucosa labial, face de uma forma geral e áreas de dobra.

Outro cuidado muito importante é com o sol, sendo indispensável o uso de protetor solar. Os raios solares podem aumentar o risco de alergia ou de fototoxidade (acúmulo de substâncias que, sensibilizadas pela luz, causam irritação na pele).

Gostou das dicas para curtir o Carnaval com saúde? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
beleza
pele
Carnaval
corpo

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ