Estética

27/04/2015 09:51 - Atualizado em 02/12/2016 11:26

Mastopexia corrige defeitos e flacidez da mama

O procedimento é considerado o lifting dos seios, removendo excesso de pele e dando contorno às mamas.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Crescimento natural, hormônios, gravidez, período de amamentação e menopausa. Desde a chegada da puberdade, os seios passam por significativas mudanças que alteram seu aspecto, formato e, por muitas vezes, fazem com que eles fiquem caídos. Quando isso acontece, uma saída é a mastopexia.

Segundo definição da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), a mastopexia, também conhecida como lifting de mama, é uma cirurgia feita para reposicionar a aréola e o tecido mamário. No procedimento, há a remoção do excesso de pele e a compressão do tecido, que resulta em um novo contorno dos seios. Saiba se o procedimento é para você.

mastopexia

Casos em que a mastopexia é indicada

A orientação da SBCP é de que o procedimento seja feito por quem está incomodada com a aparência dos seios, sobretudo por conta da flacidez, de aréolas alargadas ou de uma mama ser mais baixa que a outra.

A gravidez e situações de grande perda de peso também podem ocasionar a sensação de que é necessário realizar a cirurgia. Antes de tomar a decisão, no entanto, é necessário consultar um especialista e verificar se esse é o melhor procedimento.

Opções disponíveis de mastopexia

Mastopexia com implante de silicone

É indicada para pacientes que desejam levantar e também aumentar os seios. A combinação costuma ser utilizada em casos de muita flacidez ou espaços vazios na mama, que dificilmente seriam resolvidos de forma satisfatória sem o implante.

Porém, o cirurgião plástico Eduardo Furlani alerta que não devem ser colocadas próteses muito grandes, pois isso pode fazer com que o peso facilite a recorrência da flacidez. A cicatriz tem o formato de um “T” invertido.

Mastopexia

Essa é indicada quando a paciente já possui seios grandes, mas também muita flacidez e excesso de pele. Em alguns casos, também há a retirada de glândulas de gordura, o que ajuda a dar o formato desejado ao peito. O formato da cicatriz é semelhante ao da mastopexia com implante: um “T” invertido.

mastopexia

Cuidados antes e depois de fazer a mastopexia

Assim como antes e depois de qualquer cirurgia, a mastopexia também exige cuidados. Respeitar as orientações médicas é parte importante do procedimento e ajuda a obter resultados mais próximos aos esperados.

Pré-operatório

Faça os exames de laboratório solicitados. Além deles, o médico deve pedir uma mamografia antes e outra depois da intervenção cirúrgica para visualizar possíveis mudanças, como cistos ou nódulos.

Evite fumar e ingerir bebidas alcoólicas durante pelo menos duas semanas antes da operação. Também são necessárias oito horas de jejum para realizar a cirurgia.

Interrompa o uso de medicamentos como o ácido acetilsalicílico, pois eles facilitam a ocorrência de sangramentos. Tire todas as suas dúvidas sobre a mastopexia, quais cuidados são necessários ou qualquer outra coisa que possa não estar clara para você.

Pós-operatório

Tente não movimentar os braços de forma brusca ou elevá-los e não deixe de usar o sutiã compressivo durante 30 dias. Eduardo Furlani recomenda ainda que, após esse período, o ideal é que se utilize, também durante um mês, qualquer sutiã sem arames, mas que tenha uma boa sustentação.

Tome corretamente os medicamentos indicados. Embora você possa ter a impressão de que não precisa mais deles, só o médico pode fazer uma avaliação adequada.

Não hesite em pedir ajuda para realizar as tarefas do dia a dia, mesmo durante a noite. E lembre-se: a melhor posição para dormir é de barriga para cima, fazendo o menor esforço possível.

Gostou das dicas para sua beleza? Deixe um comentário! E não esqueça que você sempre encontra novidades aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
seios
flacidez
excesso de pele
silicone

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ