Estética

17/06/2015 02:20 - Atualizado em 26/11/2016 09:24

Lipolaser promete silhueta dos sonhos sem sacrifícios

Técnica chamada de lipolaser quebra células antes de eliminar a gordura localizada do corpo.

POR

Redação

  • +A
  • -A

É muito comum ver pessoas, principalmente mulheres, insatisfeitas com o corpo. Quando a alimentação regrada e os exercícios físicos não são suficientes para eliminar as gorduras localizadas, a lipolaser pode ser uma alternativa para conquistar o corpo dos sonhos. Você sabe como ela funciona?

Conheça a lipolaser

A lipoaspiração a laser é um tipo de cirurgia plástica na qual o procedimento de eliminação da gordura localizada passa primeiro por um rompimento dos excessos - que é realizado a laser. Ele é direcionado até os depósitos de gordura através de uma cânula com uma fibra ótica conectada.

Para a cânula ser introduzida, o paciente passa por uma aplicação no local de um líquido com soro fisiológico e adrenalina que ajuda a reduzir o sangramento e melhora a retirada da gordura. Logo depois, a cânula é aplicada por incisões semelhantes à da lipoaspiração comum, que ocorre por baixo da derme.

lipolaser

O laser atua através da fibra ótica e quebra a membrana das células de gordura, fazendo com que elas se desmanchem. Assim, a cânula introduzida no paciente faz movimentos para atingir o maior número possível de células adiposas, aquelas que armazenam a gordura.

A lipoaspiração tradicional e a lipolaser são semelhantes em alguns processos, mas a principal diferença está mesmo no uso do laser, que pode facilitar a realização da cirurgia e reduzir o tempo de recuperação do paciente.

Cuidados pré e pós-operatórios da lipolaser

Antes de realizar a lipolaser, é preciso passar por alguns exames, como eletrocardiograma, hemograma, glicemia, provas de coagulação sanguínea, colesterol, triglicerídeos, urina e raio-x de tórax. O médico que realizar a cirurgia pode solicitar um ultrassom da região a ser operada.

A lipolaser deve ser feita em ambiente hospitalar, onde o paciente passa por anestesia, na maioria das vezes local com sedação - podendo ainda ser peridural ou geral. A escolha da anestesia é feita em acordo pelo médico e paciente.

O período de recuperação da cirurgia é relativamente rápida, de aproximadamente 15 dias. É recomendado permanecer em repouso nos primeiros cinco dias de procedimento. Pode ser que seja necessária medicação analgésica prescrita pelo médico e também antibióticos, que irão prevenir infecções.

Exercícios físicos só serão permitidos após um mês da lipolaser. Você não deve ser expor ao sol enquanto estiver inchado e com manchas roxas no local. É preciso evitar qualquer tipo de trauma para que a cicatrização não seja prejudicada. Siga as recomendações do seu médico no pós-operatório e tenha um melhor resultado da lipolaser.

Riscos e contraindicações

Da mesma forma que a lipoaspiração comum, a lipolaser é indicada para pessoas que desejam remover excessos de gordura que não conseguem eliminar por meio de atividades físicas e alimentação balanceada.

Pacientes com pele flácida, estrias e com pouca elasticidade devem evitar esse procedimento. O ideal é que você esteja em boas condições de saúde e com peso ideal, pois a lipolaser não promete emagrecimento, mas sim a melhora do contorno corporal.

Se você possui alguma doença, como hipertensão, diabetes ou obesidade, saiba que os riscos cirúrgicos aumentam. Converse com seu médico sobre a necessidade de realizar o procedimento.

Gostou de conhece sobre a lipolaser? Deixe um comentário! E fique por dentro das novidades que você confere no Vivo Mais Saudável.

TAGS
plástica
flacidez
gordura localizada
lipoaspiração

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ