Estética

08/01/2016 07:00 - Atualizado em 08/12/2016 11:04

Ionização: Mantenha a firmeza da sua pele

A técnica é indicada para o rejuvenescimento da pele e combate problemas como flacidez, manchas e acne.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Existe uma infinidade de cosméticos e tratamentos para a pele, mas nem sempre os nutrientes e componentes presentes nos produtos são absorvidos totalmente pela epiderme, o que compromete os efeitos prometidos. É aí que entra em cena a ionização, uma técnica que facilita a penetração de substâncias na pele.

Usando uma corrente elétrica, o método quebra as moléculas do princípio ativo do produto, deixando-as menores e facilitando a absorção através da pele. Também estimula a cútis e melhora a atividade celular, promovendo a sua revitalização. A técnica é indicada para rejuvenescimento e clareamento, e combate a problemas como acne e flacidez.

Entenda o que é ionização

A ionização faz com que produtos utilizados para o tratamento da pele passem mais facilmente pela epiderme, pela membrana celular e pelos poros, promovendo melhor absorção e penetração das suas substâncias.

Ionização

Geralmente são utilizados cosméticos e produtos como ampolas nutritivas à base de ureia, colágeno, elastina, extrato placentário e vitamina C. A técnica acelera o metabolismo da pele e estimula sua renovação, sendo indicada para clarear manchas, atenuar sinais de envelhecimento, aumentar a irrigação sanguínea e melhorar a textura da pele de forma geral.

Nos produtos utilizados na ionização, estão presentes micromoléculas que são importantes para a revitalização, hidratação e nutrição cutânea. 

O método é eficiente para facilitar a penetração de substâncias hidrossolúveis. A pele apresenta uma grande resistência contra a absorção de soluções aquosas, devido à camada de queratina, impermeável à água. Com a frequência da corrente elétrica da ionização sobre a epiderme, a penetração de substâncias hidrossolúveis se torna mais fácil.

Como é feita a técnica

O procedimento pode ser feito tanto no rosto quanto no corpo, complementando e potencializando diversos tipos de tratamentos estéticos. Traz bons resultados no combate à flacidez, gordura localizada, celulite, estrias e cicatrizes, dependendo do objetivo de cada princípio ativo que é introduzido na pele.

Saiba Mais
Escolha o sabonete para o rosto ideal para sua pele
Passo a passo: Como limpar a pele de verdade
Ácido málico faz bem para a pele e os músculos

Na ionização facial, é utilizado um eletrodo positivo ou negativo do ionizador, variando de acordo com a polaridade do produto que é ionizado. O eletrodo usado é em formato esférico, uma espécie de bolinha. Outro eletrodo em forma de bastão metálico entra em contato com a pele, podendo atuar também com os dois eletrodos tipo esférico (o positivo e o negativo) simultaneamente, após aplicar o produto indiretamente sobre a pele.

A técnica corporal é aplicada com uma corrente galvânica, que é transmitida por meio de eletrodos somente num sentido: do pólo negativo para o positivo. São utilizados dois eletrodos, um positivo (vermelho) outro negativo (preto), havendo necessidade dos dois estarem em contato com o cliente fechando o circuito.

O tratamento não apresenta efeitos colaterais, porém tem algumas contraindicações, como pessoas com epilepsia, problemas cardíacos, portadores de marca-passo, neoplasias, gravidez, quadros infecciosos, próteses metálicas e fobias à corrente elétrica.

E você, já experimentou essa técnica? Conte nos comentários! E siga curtindo as dicas de beleza do Vivo Mais Saudável.

TAGS
pele
estética
beleza
técnica

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ