Estética

15/05/2015 07:21 - Atualizado em 04/12/2016 12:43

Fotodepilação promete eliminar pelos por mais tempo

Procedimento utiliza luz intensa pulsada para danificar o pelo e retardar o crescimento.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Buscando uma rotina mais tranquila ou simplesmente querendo se livrar dos pelos indesejados por mais tempo? Saiba que a fotodepilação pode ser exatamente o que você procura. A técnica de remoção gradual dos pelos vem conquistando mulheres pela praticidade.

Um dos pontos mais positivos da fotodepilação é que ela promete ser um tratamento menos doloroso que o feito a laser. A aplicação é considerada praticamente indolor, pois a luz intensa pulsada atua apenas até a segunda camada da pele (a derme). Assim, o tratamento não causa desconfortos.

fotodepilacao

Como a fotodepilação funciona?

A fotodepilação consiste na emissão de energia, que é captada pela melanina - pigmento presente no fio - e pela hemoglobina dos vasos que "alimentam" o pelo. Quando essa luz incide sobre a área, ela danifica o folículo piloso, o que resulta na eliminação ou na retardação do crescimento, dependendo de cada caso.

A principal diferença entre a fotodepilação e o laser é que, na primeira técnica, a luz se espalha pelas estruturas em volta do pelo, sendo policromática. Já o segundo procedimento tem uma luz monocromática que trabalha apenas no comprimento da onda.

A temperatura também difere bastante entre as duas técnicas. Enquanto a fotodepilação atinge cerca de 70°C, o laser pode chegar a até 300°C. O laser destrói o pelo de uma só vez, ao passo que a fotodepilação enfraquece-o até que ele desapareça por completo.

A fotodepilação pode ser feita por homens e mulheres. Ela só é contraindicada para gestantes, pessoas com vitiligo, com infecções ativas no local do procedimento ou de peles bronzeadas. Nesse último caso, é preciso ficar de olho no calendário: após o tratamento, deve-se ficar longe do sol por uns dias.

Uma boa opção é começar o tratamento no fim do outono ou no início do inverno. Assim, quando o verão chegar, você terá realizado todas as sessões e não precisará se preocupar com o sol. 

Cuidados com o procedimento

A volta dos pelos variam muito de pessoa para pessoa. Em algumas, depois de algumas sessões, o pelo nunca mais aparece. Em outros casos, é necessário repetir o processo alguns meses mais tarde.

Seis sessões são a média para os resultados começarem a aparecer, mas isso também pode variar muito de acordo com cada organismo.

A fotodepilação pode ser feita em todas as partes do corpo, inclusive no rosto. Porém, é preciso estar ciente de que cada região responde de uma maneira. Isso quer dizer que, se você fez cinco sessões em uma área, não significa que isso será suficiente para outra parte do corpo.

Para melhores resultados, converse com um dermatologista sobre seu desejo de eliminar por completo os pelos indesejáveis e deixe que ele indique o melhor tratamento ou especialista em fotodepilação.

Apesar de o procedimento ser mais em conta que o laser, por exemplo, é preciso buscar uma clínica especializada que utilize materiais de qualidade. Com esses cuidados básicos, você não só evita manchas ou cicatrizes, como alcança seu objetivo com sucesso.

Gostou das dicas de beleza? Então deixe um comentário! E não esqueça que você sempre encontra novidades para o seu bem-estar aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
pelos
pele
depilação
laser

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ