Estética

14/08/2014 02:47 - Atualizado em 10/12/2016 11:24

Criolipólise congela a gordura localizada e dá novo aspecto à pele

Técnica da criolipólise consiste em congelar a gordura localizada para moldar a silhueta.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Quem nunca sonhou em eliminar as gorduras localizadas do corpo sem corte, anestesia ou cirurgia? A criolipólise promete tornar esse objetivo uma realidade, de forma simples, sem riscos e sem dor. Isso porque esse procedimento congela a gordura que depois acaba sendo eliminada naturalmente.

Como funciona a criolipólise

A técnica surgiu depois de muitas pesquisas. Estudos comprovaram que, quando a gordura corporal é congelada a uma temperatura especifica, as células adiposas (causadoras daqueles pneuzinhos indesejados) acabavam morrendo.

“Os estudos demonstraram que somente uma temperatura e um período específicos são capazes de destruir seletivamente as células de gordura. Assim, foi criado o aparelho de criolipólise, que suga a gordura e congela a área”, explica a fisioterapeuta Juliana Del Debbio.

criolipolise


O processo acontece da seguinte forma: o aparelho é colocado na área onde está a gordura localizada. Então, a gordura é succionada para dentro do aplicador, onde sofre um resfriamento.

Esse resfriamento danifica as células adiposas, que são mais sensíveis ao frio. Nos próximos três meses, a gordura passa a ser eliminada de forma natural. Em uma única sessão, é possível eliminar cerca de 20% a 25% da gordura que passou pelo procedimento.

Apenas para gordura localizada

Muitas pessoas se perguntam se a criolipólise pode eliminar a celulite e a flacidez. A fisioterapeuta Juliana afirma que não, já que esse não é o objetivo do procedimento.

“O tratamento é indicado para gordura localizada que é diferente da celulite e flacidez, porque é um método seletivo para a célula de gordura, tratando apenas a gordura do subcutâneo, localizada na área da aplicação”, explica a especialista.

É necessário pensar bem antes de realizar qualquer tratamento estético. Avaliar se existe algum risco a saúde é o primeiro passo. Entretanto, de acordo com a Juliana, a criolipólise não é prejudicial.

“No caso deste tratamento, não existem riscos em termos de saúde. Na realidade, é um tratamento muito simples. Com um plano de tratamento adequado, focando diferentes áreas em algumas sessões, é possível fazer uma transformação no contorno corporal”, conta a fisioterapeuta.

Exercícios potencializam a criolipólise

Para ter um efeito ainda melhor e mais rápido, o ideal é que juntamente com a criolipólise, a pessoa pratique exercícios aeróbicos. Esses exercícios, acompanhados do procedimento estético, podem ajudar a eliminar a gordura de forma mais eficiente.

Quanto ao fato de a gordura voltar depois do procedimento, isso depende da alimentação e da prática de atividades físicas. A gordura é eliminada no tratamento e, se a pessoa passar a se alimentar de forma correta e praticar exercícios regularmente, dificilmente verá os pneuzinhos indesejados retornarem.

TAGS
estética
gordura localizada

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ