Estética

07/03/2015 02:12 - Atualizado em 17/12/2016 05:18

Conheça os cuidados com a mamoplastia de aumento

A mamoplastia de aumento pode trazer riscos à saúde, se as precauções não forem tomadas.

POR

Redação

  • +A
  • -A

A mamoplastia de aumento é uma das cirurgias plásticas mais realizadas no Brasil. Muitas mulheres insatisfeitas com o tamanho dos seios procuram o procedimento para melhorar a estética e também a autoestima. Existem diferentes formas de fazer a cirurgia, mas todas necessitam de vários cuidados no período de recuperação.

Como funciona a mamoplastia de aumento

A cirurgia para aumentar o tamanho das mamas é feita utilizando implantes de silicone, que dão volume aos seios pequenos ou então restauram o volume perdido após o emagrecimento ou a gravidez. Existem formas e tamanhos diversos de próteses, assim como variados procedimentos para a colocação.

mamoplastia de aumento

A escolha desses fatores é feita em conjunto com o cirurgião responsável pela mamoplastia de aumento. Para decidir o tamanho e a forma, por exemplo, o profissional leva em consideração as expectativas e o desejo da paciente, mas também avalia outras condições, como a elasticidade da pele, anatomia e tipo físico.

Para fazer a cirurgia, a equipe médica aplica anestesia geral na paciente. O corte para a colocação da prótese é feito em lugares bem discretos para que a cicatriz fique praticamente invisível. Pode ser uma incisão inframamária (abaixo da mama), transaxilar (pela axila) ou periareolar (pelo mamilo), variando de acordo com o tamanho e o formato do implante.

A mamoplastia de aumento é indicada para aquelas pessoas que estão insatisfeitas com o tamanho das mamas. Com o procedimento, é possível aumentar o volume e a projeção dos seios, melhorar o equilíbrio do corpo e conquistar mais autoestima e autoconfiança. Os implantes também podem ser utilizados para reconstruir a mama após uma mastectomia ou uma lesão.

Cuidados com a mamoplastia de aumento

O aumento das mamas é uma decisão individual, que deve ser tomada de acordo com a própria vontade, não para satisfazer o desejo de outras pessoas ou para se adaptar a um padrão de beleza ideal. Ao optar por um procedimento estético, a pessoa precisa ter certeza que está fazendo isso para si mesma.

O cuidado mais importante é na hora de escolher o cirurgião que fará a mamoplastia de aumento. Pesquise, busque indicações e considere a qualificação e credibilidade do profissional. Não esqueça de respeitar também algumas limitações, como o tamanho da prótese, para não cometer excessos e até prejudicar a saúde.

Existem algumas consequências que a cirurgia pode trazer para a saúde. Mesmo a maioria delas não sendo comum de acontecer, os principais riscos do procedimento são:

- Cicatrizes desfavoráveis

- Sangramento (hematoma)

- Infecção

- Má cicatrização das incisões

- Alterações de sensibilidade da mama ou do mamilo, de forma temporária ou permanente

- Contratura capsular, que é a formação de tecido cicatricial rígido em torno do implante

- Ruptura do implante

- Enrugamento da pele sobre o implante

- Riscos anestésicos

- Acúmulo de líquido (seroma)

- Trombose venosa profunda, complicações cardíacas e pulmonares

- Possibilidade de novo procedimento cirúrgico.

Por isso, é preciso ter cuidados básicos não só antes da mamoplastia de aumento. Após a cirurgia, a paciente sente dor e inchaço por alguns dias, devendo ficar em repouso, usar um sutiã especial 24 horas por dia e não fazer esforço físico durante as primeiras semanas. O tempo total de recuperação é indicado pelo cirurgião, de acordo com cada caso.

Gostou das dicas de beleza? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligada em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
silicone
seios
dúvidas
mamoplastia

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ