Estética

23/01/2015 03:11 - Atualizado em 13/08/2016 05:14

Conheça as principais técnicas de clareamento dental

Veja as diferenças entre os tipos de clareamento dental e os cuidados após o tratamento.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Ter um sorriso saudável e bonito faz toda a diferença, melhorando até mesmo a autoestima. Por isso, a procura por métodos para alinhar e branquear os dentes é cada vez maior.

Existem diferentes tipos de clareamento dental, dos mais simples até os bem elaborados, e opções que você pode fazer em casa ou no consultório do dentista. Os resultados também trazem algumas diferenças, e é preciso ter cuidados especiais tanto na hora de fazer o tratamento quanto para manter os dentes brancos posteriormente.

clareamento dental

Tipos de clareamento dental

Um dos tipos de clareamento dental mais utilizados é o caseiro, pois muitas vezes é uma opção mais simples e mais barata também. Essa técnica é feita com gel de peróxido de hidrogênio, uma espécie de água oxigenada. A aplicação do produto deve ser feita diariamente durante cerca de um mês, que é o tempo necessário para conquistar o resultado desejado.

O procedimento é simples. Basta colocar o gel no molde e encaixar nos dentes antes de dormir. O produto reage durante quatro horas, liberando o clareador quando em contato com a umidade e o calor da boca. Como a concentração é pequena, o efeito diminui depois do período estipulado, o que permite dormir a noite toda com a moldeira sem problemas.

Já outro tipo de clareamento dental é feito com laser, no consultório odontológico. O procedimento também utiliza o gel de peróxido de hidrogênio, que é ativado com ou sem o laser de LED. O diferencial da técnica é que ela chega ao resultado desejado mais rápido, com apenas uma ou duas sessões, feitas em um intervalo de uma semana entre as aplicações.

Para quem quer um efeito mais rápido, esse é o procedimento indicado. Mas é preciso cuidado na hora de escolher o profissinal que fará o clareamento, pois essa modalidade exige maior proteção para que não se machuquem as gengivas, devido à grande concentração do gel utilizado. O ideal é que o dentista aplique uma resina entre a gengiva e o dente, evitando o contato direto do peróxido de hidrogênio.

Vale lembrar que a principal diferença entre as duas técnicas de clareamento dental é a concentração do peróxido de hidrogênio usada nos procedimentos. No molde caseiro, a concentração do produto não passa de 3,5%. Já no consultório ela pode chegar a 20% ou até 35%. O resultado dos tratamentos tem duração varável, pois depende muito dos hábitos alimentares e de higiene de cada pessoa.

Cuidados com o clareamento dental

Muitas pessoas acreditam que o clareamento dental causa o enfraquecimento dos dentes. Os dentistas afirmam que esse efeito acontece somente na primeira meia hora após o procedimento, e logo depois o dente já vai se calcificando naturalmente e volta ao normal.

Um dos cuidados mais importantes depois do tratamento é com a ingestão de bebidas de cor, que podem causar manchas e amarelar os dentes. O ideal é não fumar e evitar muito café, refrigerantes à base de cola, chás escuros, vinho tinto, açaí, entre outros.

Caso haja o consumo dessas substâncias, a dica é realizar a escovação logo em seguida. Beber um copo de água também ajuda na prevenção de manchas.

Gostou das dicas de beleza? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
dentes
saúde bucal
tratamentos
higiene

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ