Estética

23/12/2014 11:34 - Atualizado em 30/10/2016 11:57

Aplicação de hidrogel aumenta bactérias no organismo

Entre as complicações da aplicação de hidrogel, a proliferação de bactérias é uma das mais graves.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Um caso recente de complicação de saúde devido à aplicação de hidrogel para fins estéticos tem chamado a atenção em manchetes de jornais pelo país todo. A modelo gaúcha Andressa Urach, de 27 anos, foi internada em estado grave na UTI do Hospital Conceição, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, após uma infecção causada pela proliferação de bactérias após o uso do produto nas coxas.

Andressa foi diagnosticada com o problema e levada às pressas por familiares para o pronto-socorro. Ela chegou a estar na UTI do hospital devido a complicações na retirada do preenchimento, feita há alguns meses em São Paulo. Até o dia 19 de dezembro, a modelo seguia no hospital, mas já se sentia bem melhor e podia inclusive caminhar sem sentir dor.

hidrogel

Complicações após aplicação de hidrogel

A complicação na saúde da modelo gaúcha ocorreu pouco mais de um mês após a morte de Maria José Medrado de Souza Brandão, 39 anos. A ajudante de leilão não resistiu às complicações de uma aplicação de hidrogel na região do bumbum feita por uma esteticista que dizia ser biomédica.

A morte de Maria José provavelmente se deu pela mesma proliferação de bactérias a partir da aplicação de hidrogel, que, por ser um procedimento muito semelhante a uma microcirurgia, requer profissionais qualificados e um local adequado e bem equipado para a realização.

Além de não possuir a capacitação adequada, a falsa biomédica realizou o procedimento em um local impróprio, sem as condições necessárias para atender as complicações que a aplicação de hidrogel pode causar.

O caso levou o Conselho Federal de Medicina a emitir nota oficial declarando que “a realização de procedimentos invasivos deve ser feita apenas por médicos capacitados, como forma de reduzir a chance de surgimento de problemas de saúde para o paciente, com consequências graves e definitivas”. O CFM lembra em outro trecho da nota que a lei nº 12.842/13 estabelece que procedimentos invasivos, como a aplicação de hidrogel, são atividades exclusivas dos médicos.

Aplicação de hidrogel por médicos capacitados

Isso porque o responsável pelo procedimento deve ter conhecimentos médicos e também a respeito da interação das fórmulas utilizadas na aplicação do hidrogel, que apesar de parecer simples, pode causar diversos problemas, como a proliferação de bactérias que podem levar à morte.

Assim, o médico é o profissional preparado para enfrentar possíveis complicações decorrentes da aplicação de hidrogel, pois saberá tratá-las da forma correta e evitar que o problema se espalhe pelo corpo a partir dos vasos sanguíneos.

aplicação de hidrogel

A aplicação de hidrogel – substância formada 98% por água e o restante por um gel - tem a função de moldar partes do corpo a partir da sucção da água, que permite o preenchimento por essas moléculas, normalmente a fim de dilatar a região e moldar os músculos do bumbum e das coxas.

Por ser um bom sugador da água, o hidrogel também costuma ser utilizado em curativos, para umidificar a região do ferimento. Dessa forma, a aplicação de hidrogel por si só não é o problema, embora ofereça riscos se não tiver o acompanhamento de um profissional capacitado.

Como todo procedimento cirúrgico, ele pode trazer complicações se não for realizar com todas as condições necessárias. Antes de buscar esse tipo de procedimento, portanto, consulte o seu médico.

Gosta das nossas dicas de saúde e beleza? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
andressa urach
estética
beleza
saúde

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ