Corpo

23/08/2015 09:21 - Atualizado em 04/12/2016 06:35

Tight lacing: Busca por uma cintura fininha prejudica a saúde

O uso de corsets ou cintas de compressão podem causar danos na postura, nos órgãos e na circulação sanguínea.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Se na era Vitoriana os espartilhos e corpetes eram sinônimos de elegância e sofisticação, hoje, no entanto, eles causam polêmica entre adeptas e médicos. A técnica chamada de tight lacing, que prega o uso de acessórios extremamente justos para modelar a cintura, pode trazer perigos para a sua saúde.

Mulheres vestem os corsets por baixo de outras roupas, com a finalidade de perder medidas e conquistar uma cinturinha mais fina. Porém, enquanto as celebridades apostam no item em looks glamourosos, criando visuais clássicos e com um apelo retrô, a peça possui um lado um pouco menos "fashion". 

mulher praticando tight lacing

Entenda os perigos do tight lacing

O médico cirurgião Eduardo Furlani explica que o uso de cintas de compressão muito apertadas causa problemas por impedir a circulação sanguínea.

"Superficialmente, pode causar lesões de pele e, profundamente, impede o retorno venoso, ou seja, a circulação de volta do sangue dos membros inferiores para o coração. Isso faz com que o fluxo sanguíneo fique mais lento", afirma o profissional.

Segundo Eduardo, o sangue circulando mais lentamente tem uma maior chance de coagular. Isso é chamado de trombose. Uma vez acontecendo, esse coágulo pode se deslocar e obstruir algum vazo do pulmão, ao que se chama embolia pulmonar. "Se a embolia pulmonar atingir uma área muito extensa, pode até levar à morte", afirma Dr. Eduardo.

Saiba Mais
Parafilia: Saiba o que é fetiche e o que é perversão
Look romântico: Saiba o que não pode faltar
Conheça uma série de exercícios para afinar a cintura

Além disso, o médico alerta que o uso prolongado também pode causar deformações ósseas e problemas de coluna. A técnica do tight lacing tende a comprometer a postura, além da caixa torácica, que tem como função proteger os órgãos internos.

Apesar de a técnica prometer curvas mais visíveis, é preciso estar atenta ao custo que o procedimento acarreta. A busca pelos padrões estéticos não deve ultrapassar o limite da saúde.

Perca medidas com uma vida saudável

Conquistar a cinturinha dos sonhos não é uma tarefa fácil. Para não se colocar em uma situação de risco, é preciso disciplina e comprometimento com o objetivo proposto. A receita para tornear as curvas é uma velha conhecida: exercícios físicos e alimentação equilibrada.

Depois de entender os perigos do tight lacing, o importante é focar nas alternativas saudáveis para perder medidas. Uma alimentação livre de frituras, doces e outras comidinhas calóricas contribui para manter o corpo no peso ideal.

Aliado a isso, desenvolver o hábito de praticar atividades físicas é fundamental. Converse com o seu instrutor da academia ou preparador físico sobre o seu desejo de diminuir a cintura. Um profissional poderá indicar os melhores exercícios para o seu objetivo.

Você conhece alguém que é adepta do tight lacing? Qual a sua opinião sobre o método para diminuir as medidas? Deixe seu comentário! E continue ligada nas dicas de beleza e saúde do Vivo Mais Saudável.

TAGS
espartilho
corset
cintura fina
afinar a cintura

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ