Corpo

05/07/2015 04:13 - Atualizado em 11/12/2016 08:17

Preenchimento facial utiliza gordura do corpo para combater rugas

Técnica visa a minimizar rugas e cicatrizes, resultando em uma pele mais firme, lisa e bonita.

POR

Redação

  • +A
  • -A

O rosto é uma das regiões que mais sofrem ao longo do tempo. Através dos anos, a pele vai perdendo a elasticidade e a hidratação natural. O preenchimento facial vem sendo uma técnica muito procurada na expectativa de retardar as marcas da idade e manter a cútis mais jovem e saudável.

A diminuição na produção das fibras de colágeno, responsáveis pela sustentação da pele, também reflete na saúde da face, fazendo com que as temidas rugas acabem aparecendo. O procedimento de preenchimento visa a suavizar sulcos e cicatrizes na região.

preenchimento facial

Preenchimento facial X toxina botulínica

Muita gente acaba confundindo o tratamento com toxina botulínica com o preenchimento facial. Para compreender a diferença entre as técnicas, é preciso entender que existem dois tipos diferentes de rugas: as dinâmicas e as estáticas.

Enquanto as primeiras se referem às marcas de expressão, notadas especialmente quando a pessoa ri ou chora, o segundo grupo representa as que podem ser vistas sempre. Nas dinâmicas, o tratamento com toxina botulínica é o mais indicado. Já para as rugas estáticas, o preenchimento facial oferece melhores resultados.

As substâncias usadas nas duas técnicas também diferem. O preenchimento facial usa gordura, ácido hialurônico, colágeno e outras substâncias.

Como o preenchimento facial é realizado

O procedimento costuma ser rápido, feito por meio de microcânulas aplicadas na pele. A aplicação pode ser mais superficial ou mais profunda, dependendo da densidade da ruga ou da cicatriz.

Entre as várias substâncias presentes no mercado, a lipoenxertia é uma das mais seguras. A técnica envolve o uso da gordura do próprio paciente nas marcas mais profundas da pele. A pequena quantidade de gordura retirada precisa ter boa proporção de tecido adiposo. A técnica é feita no próprio consultório, por meio de agulhas e seringas.

A durabilidade do preenchimento facial varia muito de pessoa para pessoa. Além disso, a técnica escolhida e o local aplicado também podem influenciar nos resultados. No entanto, de uma forma geral, a duração varia de nove a 18 meses.

O preenchimento pode ser feito em diversas áreas do rosto, tais como sulco nasogeniado (o bigode chinês), rugas periorais (rugas nos lábios e na boca) e sulcos do canto da boca. Também serve para correção de cicatrizes e rugas finas em geral.

Além disso, o mesmo procedimento possibilita a reposição e o aumento de volume de rosto, preenchimento labial (aumento dos lábios), preenchimento malar (correção e remodelação das maçãs do rosto) e tratamento para olheiras.

O preenchimento facial não costuma ser doloroso, mas a sensibilidade varia de paciente para paciente. Anestésico tópico é utilizado para minimizar a dor à puntura da agulha.

Após o procedimento, os cuidados são bem simples. Evitar exercícios ou atividades pesadas e não tomar sol logo após a sessão são alguns deles. O uso de protetor solar deve ser feito diariamente.

Vale ressaltar que a maior causa das rugas estáticas é, de fato, o envelhecimento, que é progressivo. No entanto, alguns maus hábitos contribuem para agravar ainda mais essas marcas, tais como a exposição ao sol em excesso, especialmente sem uso de filtro solar, o tabagismo e até mesmo o estresse.

Gostou das dicas de beleza? Conte para nós! E aproveite para conferir outras novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
rugas
envelhecimento
tratamento estético
pele do rosto

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ