Corpo

07/06/2015 11:13 - Atualizado em 20/11/2016 06:28

Óleo de cártamo ajuda a eliminar gorduras

Rico em ômega 6 e 9, o óleo de cártamo é capaz de inibir enzimas que armazenam a gordura corporal.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Você é daquelas que já tentaram seguir diversas dietas, mas mesmo assim não perderam a barriguinha? As atividades físicas e a alimentação regrada podem não ser suficientes para eliminar todas as gorduras localizadas. O óleo de cártamo, assim, torna-se grande aliado na perda de peso, devido às quantidades de ômega 6 e 9 em sua composição.

Ele é produzido a partir das sementes da planta do cártamo. O composto possui de 60% a 80% de ácido linoleico, mais conhecido como ômega 6 e de 20% a 40% de ácido oleico, o ômega 9, duas substâncias que auxiliam na perda de peso. Saiba mais o óleo de cártamo e seus benefícios para a saúde.

oleo de cartamo

Benefícios e nutrientes do óleo de cártamo

Além das quantidades de ômega 6 e 9, o óleo de cártamo é rico em vitamina E e possui função antioxidante no organismo. Fora isso, nele estão presentes fitoesteróis importantes no controle do colesterol. Uma quantia de 2 gramas do óleo por dia oferece 18 calorias.

O óleo de cártamo consegue inibir a lipase lipoproteica (LPL), enzima responsável por armazenar a gordura dentro das células adiposas. Sem o armazenamento, o organismo utiliza as gorduras localizadas em maior quantidade, como no abdômen, o que faz diminuir a concentração naquele local.

O produto é capaz de reduzir o apetite, pois seu consumo aumenta a produção de leptina no organismo, hormônio responsável por causar a sensação de saciedade.

Ele também previne o envelhecimento, graças à vitamina E, que combate os radicais livre do corpo. Além disso, possui ação anti-inflamatória, que auxilia na diminuição da retenção de líquido e, consequentemente, da celulite.

Consuma o óleo de cártamo com saúde

O óleo de cártamo pode ser consumido como tempero de saladas, ou então ser aquecido no preparo de alimentos refogados. Ele também é encontrado em forma de cápsulas.

Procure orientação médica e nutricional para saber quais são as quantidades e a hora certa de consumir o produto. Além disso, os efeitos podem ser potencializados com a combinação de exercícios aeróbicos, como corridas, bicicleta e caminhadas.

Substâncias como o Ácido Linoleico Conjugado (CLA) estão proibidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) desde 2007. Para obter registro junto à agência, o óleo de cártamo deve apresentar um laudo que comprove que o CLA não foi adicionado, produzido ou concentrado durante a fabricação.

O produto, tanto em natura quanto em cápsulas, não é indicado para gestantes, lactantes e crianças de até três anos anos de idade.

Gostou das dicas para sua beleza? Conte para nós! E continue acompanhando as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
gordura localizada
vitamina E
ômega 6
saciedade

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ