Corpo

29/05/2015 03:25 - Atualizado em 04/12/2016 06:22

Micropuntura pode minimizar linhas de expressão

O procedimento utiliza ácido lático para estimular a produção de colágeno e dura mais que o botox.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Os primeiros sinais da passagem do tempo incomodam muitas mulheres. E o pior: o rosto é uma das primeiras regiões afetadas, onde as temidas rugas aparecem sem qualquer convite. A micropuntura é uma opção de tratamento para quem quer minimizar o impacto da idade.

Apesar de utilizar agulhas, como a acupuntura, a micropuntura é considera uma extensão da micropigmentação. Um dos grandes atrativos da técnica é o preço inferior a outros tratamentos e, por isso, ela vem ganhando muitas adeptas no Brasil.

micropuntura

O que é a micropuntura?

A técnica foi desenvolvida pela argentina Java Jeiman e tem o objetivo de estimular a pele a produzir mais colágeno. Consequentemente, a regeneração celular resulta na minimização dos sinais de expressão.

A sessão, que dura de 40 minutos a uma hora, consiste na aplicação de ácido lático nas rugas ou linhas de expressão, utilizando um dermógrafo. Esse é o mesmo aparelho usado para a maquiagem definitiva, por isso o procedimento é considerado uma derivação da micropigmentação.

O número de sessões varia de acordo com cada paciente, dependendo da intensidade dos vincos e do resultado esperado. O intervalo entre cada aplicação deve ser de, no mínimo, 15 dias.

Benefícios da micropuntura

Os resultados podem ser vistos a partir da terceira sessão: uma pele mais lisa e firme. O ácido lático estimula a pele a se regenerar, criando novos tecidos que irão preencher o vinco da linha de expressão.

A micropuntura pode ser feita tanto em homens quanto em mulheres. A aplicação pode ser realizada em diversas áreas, como na testa, nas têmporas, ao redor da boca ou das pálpebras. Outra ótima alternativa é apostar no processo para minimizar cicatrizes de acne.

Além do rosto, o processo também é famoso por proporcionar um aspecto mais jovem para colo e costas, e até mesmo para ajudar a eliminar estrias.

Cuidados após o procedimento

As precauções após o procedimento são muito fáceis e simples. A pessoa submetida não deve tomar sol logo após o tratamento, sempre utilizar o filtro solar - que, aliás, deve ser hábito comum para todos - e evitar alimentos ricos em betacaroteno.

Esse último cuidado é porque a substância ativa os melanócitos, células responsáveis pela produção da melanina, o pigmento natural da pele. Assim, as áreas que recebem o tratamento podem ficar amareladas. Evitam-se, então, alimentos como cenoura, manga, damasco, mamão e abóbora.

A micropuntura oferece maior duração que a toxina botulínica (botox), por exemplo. A durabilidade pode variar entre 12  a 18 meses, variando de pele para pele. Para prolongar os resultados do procedimento, sessões anuais devem ser agendadas para manter as linhas de expressão em dia. E o melhor: o processo é completamente indolor.

Que tal apostar na micropuntura e conquistar uma pele jovem e bonita? Procure uma clínica especializada e converse com um profissional. E não esqueça de nos contar o que você achou da novidade e continuar ligada nas dicas de beleza do Vivo Mais Saudável.

TAGS
rugas
tratamento
pele do rosto
micropigmentação

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ