Corpo

05/08/2014 09:00 - Atualizado em 09/12/2016 12:26

Lipoaspiração a laser combate celulite e elimina a gordura localizada

Método menos invasivo, a lipoaspiração a laser tem ganhado adeptas no Brasil.

POR

Redação

  • +A
  • -A

A lipoaspiração é a segunda cirurgia plástica mais realizada no Brasil, por realizar o sonho de consumo de muitas mulheres: sumir com as gordurinhas. O problema é que o procedimento é extremamente invasivo e doloroso, e pode causar complicações sérias. A medicina estética encontrou então, na lipoaspiração a laser, uma alternativa para esses problemas.

lipoaspiração a laser
Lipoaspiração a laser é indolor e tem sido opção para eliminar gorduras e celulites. Foto: Shutterstock

Também chamado de lipocavitação, o procedimento tem por base a cavitação ultrassônica. É não-invasivo, e por isso não acarreta os efeitos colaterais dolorosos e desconfortáveis do procedimento normal, além de ter custos muito menores. Também não faz uso de sedativos ou medicamentos anestésicos, que costumam causar mal estar. 

O processo utiliza-se da aplicação de ondas ultrassônicas de altíssima potência, que aquecem a região onde são incididas, e derretem a camada de gorduras, tornando-a líquida. O aparelho utilizado foca a energia nas células adiposas, que implodem e liberam a gordura na corrente sanguínea. É possível notar resultados logo após a primeira sessão.

Lipoaspiração a laser não pode ser usada em todo o corpo

A técnica de lipoaspiração a laser não pode ser aplicada em todo o corpo, apenas em regiões com camadas espessas de gordura. Os flancos, a barriga, os culotes, as coxas, os glúteos, os braços e as costas são regiões com alto índice de gordura localizada e que podem receber o tratamento. 

Nos glúteos, nas coxas e nos culotes, a lipocavitação ainda ganha uma função extra: combater as celulites. Isso porque o tratamento explode as células de gordura, que são as responsáveis por formar os furinhos indesejados que acometem a maior parte das mulheres. Além disso, a pele também fica mais tonificada, minimizando a flacidez. 

O procedimento é indolor. O paciente apenas sentirá um aquecimento na região que está sendo tratada e ouvirá um intenso zunido, causado pelo ultrassom. O aplicador deve testar a temperatura da pele com frequência, para evitar queimaduras.

Cuidados para fazer a lipoaspiração a laser

Mas como qualquer tratamento, a lipoaspiração a laser inspira cuidados. Como a gordura das células implodidas vai direto para a corrente sanguínea, o risco de aumento do colesterol é alto. É essencial seguir uma dieta leve e com alimentos magros, para que a gordura que está no sangue seja eliminada. 

Além disso, é preciso praticar atividades físicas, principalmente exercícios aeróbicos, nas duas horas seguintes à aplicação do procedimento. Isto porque, se a gordura não for eliminada através da sudorese, ela irá se realocar em outra região do corpo, e o tratamento terá sido em vão. Drenagens linfáticas e uma dieta basicamente líquida são essenciais no resultado. 

É preciso ainda estar atento às contraindicações da lipoaspiração a laser antes de iniciar as sessões. Você não poderá passar pelo tratamento se estiver enquadrado em algum dos seguintes casos: 

- Gravidez
- Diabetes
- Doença renal ou hepática
- Colesterol alto
- Obesidade
- Doença cardíaca
- Epilepsia
- DIU
- Infecção na área que receberá o tratamento
- Flebite
- Varises na região a ser tratada
- Paralisia
- Próteses, placas ou parafusos metálicos no corpo

Para um efeito satisfatório, devem ser realizadas 10 sessões de lipoaspiração a laser, com frequência de pelo menos 2 vezes ao mês. Isso pode variar de acordo com os objetivos do paciente e com a quantidade de gordura localizada que possui. Depois das sessões, o uso de uma cinta modeladora pode auxiliar na manutenção dos resultados. 

Lembre-se que este é um tratamento para eliminação de gordura localizada e redução das celulites. Se você busca emagrecer, procure um profissional da área de nutrição para reeducação alimentar e espaços para prática de atividades físicas.

Saiba mais:

Lipo sem corte oferece menor risco e não dói

Lipoescultura modela o corpo e redistribui gordura

Conheça os tipos de celulite e como se livrar delas

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ