Corpo

22/07/2015 03:34 - Atualizado em 29/11/2016 10:47

Intradermoterapia: Técnica francesa é utilizada contra celulite

Procedimento dura até 40 minutos e promete atenuar flacidez, rugas e estrias.

POR

Redação

  • +A
  • -A

intradermoterapia, também conhecida por mesoterapia, é uma técnica não cirúrgica realizada ambulatorialmente no tratamento de celulites, flacidez corporal e facial, estrias, rugas, gordura localizada e calvície. Locais como o queixo, o abdômen, os culotes e os flancos são os mais submetidos à prática.

Criado na França, o procedimento ocorre por meio de aplicação intradérmica (dentro da pele), subcutânea (abaixo da pele) ou intramuscular (no interior do músculo) de medicamentos associados, com diferentes mecanismos de ação. Os princípios ativos são aplicados com uma agulha curta e fina próximo ao local onde devem agir.

Depois de absorvidos pelo organismo, os medicamentos se diluem e a ação nos demais órgãos e sistemas é bastante reduzida, quase sem efeitos colaterais. A ação acontece apenas na região afetada, evitando a distribuição que ocorreria se fosse administrada via oral.

intradermoterapia

Sessões de intradermoterapia levam até 40 minutos

A dose do medicamento é calculada com base na parcela que age no ponto que está doente. Se o paciente deseja perder gordura localizada, devem ser utilizados princípios farmacológicos que contenham principalmente substâncias lipolíticas, que têm a função de romper as células de gordura.

Nos casos de celulite, são aplicados medicamentos que estimulam a microcirculação, restaurando a permeabilidade dos capilares, melhorando a drenagem linfática e reduzindo o inchaço. 

A duração das sessões de intradermoterapia varia entre 30 e 40 minutos. O ideal é que sejam realizadas entre dez e 12 aplicações, com intervalos de sete a 14 dias, impedindo assim o acúmulo de líquido ou toxinas do sistema linfático.

O procedimento é contraindicado apenas a gestantes e pessoas com diabetes e problemas cardíacos. Cada sessão custa em torno de 60 reais. Assim, geralmente o procedimento completo passa dos 700 reais.  

Durante o tratamento, o paciente pode sentir uma leve sensação de dor. Conforme o fármaco ou a agulha utilizada, pode doer mais ou menos. Alguns fenômenos locais são capazes de originar alergias. Para evitar este tipo de complicação, é indicado que se faça uma investigação de antecedentes alérgicos antes do início da intervenção.

Intradermoterapia é realizada por especialistas

De uma forma geral, a intradermoterapia não expõe a pessoa a muitos riscos. No entanto, complicações sempre devem ser consideradas quando se trabalha com o corpo humano. A intervenção só pode ser realizada por médicos especializados. Procurar um profissional qualificado e clínicas com boas indicações são medidas que podem evitar danos no pós-tratamento.

A técnica não substitui os procedimentos médicos convencionais. A intradermoterapia é uma forma de administração de medicamentos. Como todos os métodos estéticos de combate à gordura localizada e à celulite, o tratamento só é eficiente se associado à reeducação alimentar.

Você teria coragem de se submeter a essa técnica? Deixe um comentário! E aproveite para conferir mais dicas de beleza aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
estria
flacidez
rugas
procedimento estético

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ