Corpo

15/04/2015 04:57 - Atualizado em 02/12/2016 02:47

Creme para estrias dá resultado? Conheça as opções

Alguns ácidos presentes nos cremes para estrias estimulam a criação de colágeno na pele.

POR

Redação

  • +A
  • -A

As estrias são lesões das fibras elásticas da pele, ocasionadas por mudanças corporais extremas, como gravidez, aumento de peso ou emagrecimento rápido. Embora comuns, elas podem ser evitadas com cuidados de saúde e beleza. Uma maneira de amenizá-las é recorrendo a creme para estrias, ácidos ou peelings. Saiba mais sobre o assunto.

creme para estrias

Como prevenir as estrias?

Utilize cremes hidratantes diariamente. Se necessário, associe o uso de cremes à aplicação de óleos variados, que garantem pele lisinha e mais resistente.

Ao aplicar creme e óleo, capriche nas regiões como barriga, glúteos, coxas e seios, as mais afetadas por estrias.

Faça esfoliações mensais. O hábito de retirar as células mortas da pele aumenta o poder de absorção dos nutrientes encontrados nos cosméticos.

Controle o seu peso fazendo boas escolhas diariamente. Para garantir uma dieta saudável, marque horário com o nutricionista, que verificará sua rotina e preparará uma dieta específica, de acordo com suas necessidades e preferências.

Faça exercícios físicos diariamente. Ao acordar, separe meia hora para fazer breves caminhadas. Se você tiver tempo de sobra, não esqueça de praticar musculação, adotando uma dieta adequada para o ganho de músculos e a perda de gordura.

Creme para estrias dá resultado?

O creme para estrias ajuda a amenizar, mas não some com as lesões. Com ativos hidratantes e regeneradores, os produtos são indicados principalmente para a prevenção de novas marcas. Caso você esteja em uma fase da vida de grandes mudanças corporais, como a gravidez, comece a utilizar cremes e óleos específicos para a hidratação profunda da pele.

Outros tratamentos também ajudam a prevenir ou amenizar estrias. Conheça alguns:

Ácidos

Ajudam a produzir colágeno, a proteína responsável para elasticidade da pele. Também podem ser aliados no esbranquiçamento das lesões novas, normalmente avermelhadas, e no estreitamento das marcas. Perigoso, o tratamento a partir de ácidos deve ser acompanhado por um dermatologista.

Os ácidos mais utilizados no combate das marcas são ácido retinoico, ácido 1-ascórbico e ácido glicólico. Para garantir que a pele reaja bem aos estímulos, cremes hidratantes devem ser utilizados. Durante o tratamento, o contato com o sol deve ser evitado.

Peeling

Feito também em regiões com marcas de espinhas, o peeling assegura renovação epitelial. Realizado em um consultório, com a supervisão de um dermatologista, o peeling é aplicado em uma grande área afetada pelas estrias. O ácido deverá ficar na pele por até oito horas, sendo retirado em casa. Para maiores efeitos, peelings esfoliantes devem ser aplicados conjuntamente.

Subcisão

Considerada um procedimento cirúrgico, a subcisão nada mais é que o ato de introduzir uma agulha para estimular a produção de colágeno. Deve ser feita em clínicas, supervisionada por médicos especialistas.

Infravermelho

Com o calor do laser, a pele é regenerada e novas quantidades de colágeno são produzidas. Pode causar incomodo nas primeiras sessões.

E você, como combate as estrias? Conte para nós! E não esqueça de continuar ligada nas novidades de beleza aqui do Vivo Mais Saudável.

TAGS
estrias
tratamento estético
peeling
creme

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ