Corpo

26/09/2014 09:09 - Atualizado em 04/12/2016 06:04

Confira como o inibidor de pelos age sobre a sua pele

Substância usada sobre a pele, o inibidor de pelos retarda o seu crescimento por longo período.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Quem não gosta de ter uma pele lisinha e sem pelos, não é mesmo? Muitas pessoas possuem uma quantidade grande de pelos devido a doenças hormonais ou problemas genéticos. Atualmente existem muitas técnicas diferentes de depilação. O inibidor de pelos, por exemplo, consiste em substâncias que são aplicadas na pele com o intuito de evitar o crescimento de pelos por um longo período.

inibidor-de-pelos

Como age o inibidor de pelos

O procedimento funciona da seguinte forma: a substância aplicada na pele atua diretamente sobre as células germinativas, no momento exato em que é extraído o pelo. Dessa forma, a técnica acaba retardando o processo natural do crescimento.

Depois de se depilar ou barbear, as pessoas sempre se preocupam que os indesejáveis pelos vão voltar, causando irritações em sua pele. Dessa forma, o inibidor de pelos acaba sendo bastante indicado para evitar inflamações e encravamento.

Os pelos possuem uma característica de sensibilidade e proteção. Abaixo da pele, existe uma zona ativa de divisão celular denominada intercelular do pelo. Nesse local, cada célula é dividida, produzindo assim outra célula que vai ser impulsionada para cima por outras células novas, até que a parte superior do bulbo produza o pelo.

Então, para evitar o crescimento exagerado de pelos e manter a estética corporal, as pessoas aplicam substâncias inibidoras do crescimento.

Vantagens e desvantagens do inibidor de pelos

O benefício do inibidor de pelos é que, se for usado frequentemente, com o tempo a estrutura do pelo vai começar a enfraquecer, fazendo com que os novos pelos que vão surgir sejam mais finos e escassos. Na verdade, os inibidores de pelos possuem três benefícios básicos: reduzir o crescimento do pelo; alterar a estrutura capilar, tornando-o mais fino; e diminuir a incidência de pelos encravados.

Entretanto, a técnica do inibidor de pelos não é definitiva. Ela consiste em um processo complementar com outros tipos de depilações. Os produtos utilizados para inibir o crescimento devem ser utilizados juntamente com outro tipo de depilação, como cera, pinça ou eletrólise.

O inibidor de pelos é um processo similar ao da ionização – a única diferença é que nesse caso não se utilizam aparelhos, somente produtos. É importante que você compre uma substância de confiança para que os efeitos sejam satisfatórios.

Normalmente esses produtos possuem substâncias extraídas de extratos vegetais, aloe vera, camomila, pantenol e algas verdes que, além de inibir os pelos, hidratam também a pele. Você pode consultar um dermatologista que vai tirar todas as suas dúvidas e te indicar qual é o melhor produto para a sua pele.

Gostou das nossas dicas de inibidor de pelos? Então deixe um comentário e acompanhe nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
depilação
pele

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ