Corpo

08/12/2014 10:14 - Atualizado em 08/12/2016 11:49

Biquíni que valoriza bumbum cai no gosto de celebridades

Em formato de coração, o biquíni criado por brasileira é hit no mundo inteiro.

POR

Redação

  • +A
  • -A

O biquíni de lacinho já é um clássico das praias brasileiras, mas, nos últimos tempos, ganhou novos detalhes que andam conquistando ainda mais adeptas a essa moda. O modelo da vez de famosas tem detalhe franzido nas laterais, contando com um elástico central que deixa a parte traseira da calcinha mais ou menos em formato de coração no bumbum, e já é o queridinho de famosas como Bruna Marquezine e Thaila Ayala.

biquini-ripple

Conheça o biquíni coração

Essa releitura do biquíni de lacinho é inspirado em lingeries, não aperta e tem um babadinho que evita que a peça fique caindo e precise ser ajeitada a cada passo na praia. Além de ser superfeminino e deixar uma marquinha bem charmosa, uma das preferências das brasileiras.

O modelo, que apesar de ter sido lançado primeiramente nos Estados Unidos é criação de uma estilista brasileira, também realça as curvas, devido ao elástico central na calcinha, que deixa a impressão de um bumbum maior e mais levantado.

Os primeiros modelos desse tipo de biquíni começaram a ser criados de forma artesanal há cerca de 10 anos, quando a empresária Paula Hermanny mudou-se para a Califórnia para estudar. Quando ía à praia, ela chamava a atenção das amigas americanas com os biquínis brasileiros, então decidiu levar modelos brasileiros para vender. Com hábitos e corpos bem diferentes das brasileiras, as americanas acabavam achando as peças um pouco ousadas, por isso Paula começou a fazer algumas adaptações nos modelos.

Disso até começar a criar seus próprios biquínis e abrir loja foi um passo. E logo o biquíni com cara de brasileiro, mas com medidas discretas como nos padrões americanos e estampas diferenciadas, passou a desfilar por aí nos corpos de famosas como as atrizes Cameron Diaz e Demi Moore, e até mesmo a cantora Beyoncé.

Brasileiras que aderiram ao biquíni

Entre as brasileiras, a modelo carioca Daniella Sarahyba foi uma das primeiras a experimentar - e aprovar o modelo. Ela conta que, logo depois de dar à luz a filha Gabriela, hoje com 3 anos, estava louca para emagrecer e usar o 'ripple', nome oficial desse modelo de biquíni.

Em uma entrevista, Daniella afirmou que a criação da estilista e empresária Paula Hermany de fato cumpre o que promete: o desenho de coração formado pelo elástico central da calcinha deixa mesmo uma sensação de que o bumbum está mais empinadinho.

Em seguida foi a vez de outras estrelas, como Fiorella Mattheis e as gêmeas do nado sincronizado, Branca e Bia Feres, desfilarem pelas areias com a já famosa modelagem.

Lançado há pelo menos quatro anos nos Estados Unidos, o modelo “ripple” figura sempre entre os campeões de venda por lá e ainda costuma vestir as modelos que estampam os ensaios das revistas esportivas e que ditam as tendências de moda praia da temporada americana.

No Brasil, o biquíni começou a ser vendido esse ano em diferentes lojas multimarcas e está disponível também no site da Vix, a badalada marca criada por Paula, aproximadamente por R$ 270. A empresária inclusive se diz bastante curiosa para ver se as brasileiras, autoridades em matéria de moda praia, vão aprovar sua criação.

Gostou das dicas? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
bumbum
corpo
beleza

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ