Cabelos

02/08/2015 05:16 - Atualizado em 02/12/2016 04:32

Shampoo sem sulfato beneficia cabelos frágeis

Livre de detergentes pesados, o shampoo sem sulfato é indicado para fios descoloridos e crespos.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Homens e mulheres estão cada vez mais atentos ao cuidado com os cabelos. Em busca de fios saudáveis e bonitos, os consumidores têm mais uma opção: o shampoo sem sulfato. Livre de detergentes pesados, é mais suave e produz menos espuma.

Justamente por isso, você pode ter a impressão de que o shampoo não limpa completamente o cabelo. Porém, produtos sem sulfato ajudam a evitar ressecamento, frizz e quebra.

Shampoo sem sulfato pode enganar

De acordo com o Dr. Luciano Barsanti, médico tricologista e diretor do Instituto do Cabelo, em São Paulo, o sulfato de sódio ou éter lauril sulfato é uma substância surfactante e emulsificante, que serve para dissolver as gorduras e facilitar a absorção de água.

O médico afirma que, por essa razão, a maioria dos shampoos e condicionadores possui esse componente em suas fórmulas. O shampoo sem sulfato tem um poder quase nulo de dissolver as gorduras e de higienizar satisfatoriamente o couro cabeludo e os cabelos, podendo até mesmo favorecer o aparecimento da dermatite seborreica, a caspa.

shampoo sem sulfato

Benefícios do shampoo sem sulfato

Apesar de não produzir espuma e de não ser eficaz no combate às glândulas de gordura do couro cabeludo, o shampoo sem sulfato é uma forma de manter as cutículas intactas, sendo opção para cabelos porosos ou danificados.

Sua fórmula mais suave pede somente uma massagem leve em toda a cabeça e, em seguida, o enxágue. Além disso, ele ajuda a manter a cor dos cabelos mais viva, evitando o desbotamento rápido, alergias no couro cabeludo, quebra capilar, e ressecamento.

Segundo o Dr. Barsanti, o shampoo sem sulfato é indicado para pessoas com alergia específica e comprovada a esse componente. Também vale para cabelos crespos, com química, cacheados, finos, frágeis, tingidos e descoloridos.

Diferenças em relação a outros shampoos

O consumidor pode acreditar que, quanto mais espuma o shampoo faz, mais eficaz na limpeza ele é. “Isso é um mito, pois, se o produto tiver concentrações altas de sulfato, pode haver um efeito rebote na produção de óleo pelas glândulas sebáceas, provocando aumento da seborreia e resultando em caspa, coceira, ardor e vermelhidão do couro cabeludo”, explica o médico.

Uma das principais diferenças do shampoo sem sulfato para os comuns é que as altas concentrações do componente ressecam os fios, deixando-os quebradiços e difíceis de pentear. Entretanto, de acordo com o Dr. Barsanti, o shampoo ideal é aquele que apresente uma quantidade suficiente de sulfato para higienizar o cabelo e couro cabeludo.

“Desconfie dos shampoos que fazem muita espuma. Escolha um produto que tenha um pH entre 5,5 e 6,5, com ativos naturais na sua fórmula, com pouco perfume e sem corantes”, aconselha o médico.

Você já conhecia esse produto? Deixe seu comentário! E lembre-se que o Vivo Mais Saudável sempre traz novas dicas de beleza e bem-estar para o seu dia a dia.

TAGS
cabelos tingidos
cabelos crespos
porosidade
caspa

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ