Terceira Idade

25/12/2014 04:48 - Atualizado em 10/12/2016 07:39

Veja 7 atividades para melhorar o equilíbrio entre idosos

Aperfeiçoar o equilíbrio é a melhor saída para prevenir complicações decorrentes de quedas.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Degraus, buracos e desníveis: comuns no dia a dia, os obstáculos representam um risco real para a saúde dos idosos. Na terceira idade, toda e qualquer queda pode trazer consequências negativas, em virtude da debilidade do organismo e do enfraquecimento dos grupos musculares. Por isso, estimular a coordenação motora e o equilíbrio é fundamental. Confira a seguir algumas dicas de exercícios.

equilibrio

7 atividades para melhorar o equilíbrio

1. Ande sobre uma linha

Caminhe sobre uma linha previamente demarcada no chão, colocando um pé na frente do outro,de modo a encostar a ponta do pé no calcanhar do que está na frente. Repita o trajeto para frente e para trás. Se você se sentir tonto durante o exercício, procure apoiar-se a uma parede enquanto caminha.

2. Simule o ato de sentar

Aproxime-se de uma cadeira ou sofá e desça o quadril como se fosse, de fato, sentar-se. Quando estiver a poucos centímetros do móvel, interrompa o movimento e retorne à posição inicial. Repita esse procedimento dez vezes.

3. Ande de bicicleta

Estimular a noção de equilíbrio necessária para andar de bicicleta ajuda a prevenir quedas no dia a dia. Quanto mais devagar você se locomover e mais fino for o pneu, maior a dificuldade - e o desafio - para manter a trajetória sem cair.

equilíbrio

4. Pratique exercícios tridimensionais

Muitas cidades oferecem aulas em grupo para idosos interessados em dança ou yoga, por exemplo. Esses exercícios são excelentes para o equilíbrio, pois fortalecem a musculatura, trabalham com o centro gravitacional do corpo e estimulam a coordenação motora.

5. Caminhe

Caminhar de forma regular (pelo menos três vezes por semana) pode ajudar a melhorar a sua noção de equilíbrio. Se puder, dê preferência a parques e a locais fechados, onde o risco de acidentes é menor e há mais segurança.

equilibrio

6. Simule obstáculos

Encontre alguma pessoa disposta a ajudar e organize um circuito simulando obstáculos do dia a dia. Pratique o ato de subir e descer degraus e contorne buracos demarcados no chão. Tornando o movimento automático por meio do treinamento, fica mais fácil desviar quando você realmente precisar.

7. Frequente aulas de hidroginástica

A hidroginástica é muito comum entre os idosos, pelo fato de não apresentar impacto às articulações. Ao estimular a coordenação motora, a atividade também favorece o fortalecimento muscular. Às vezes, o desequilíbrio ocorre porque o idoso não está mais habituado ao movimento - e a hidroginástica combate essa realidade.

equilibrio

Por que aperfeiçoar o equilíbrio?

De acordo com o Ministério da Saúde, um terço dos idosos cai pelo menos uma vez ao ano no Brasil. Na maior parte dos casos, as quedas ocorrem dentro de casa, em acidentes domésticos.

As consequências das quedas são particularmente nocivas na terceira idade: além de originar fraturas ósseas (principalmente de fêmur e de quadril), podem desencadear crises de depressão e afetar de forma significativa a qualidade de vida do idoso, principalmente quando ele se torna dependente para se locomover.

Com tantas repercussões negativas, não é difícil entender por que a prevenção de quedas de idosos transformou-se em uma questão de saúde pública: evitar o problema e promover condições seguras continua sendo a melhor solução.

Gostou das dicas? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
idosos
saúde dos idosos
terceira idade
exercícios para idosos

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ