Terceira Idade

08/09/2014 08:07 - Atualizado em 10/12/2016 05:38

Veja 6 exercícios que ajudam na capacidade funcional do idoso

Corrida e musculação ajudam colaboram para aumento da capacidade funcional do idoso.

POR

Redação

  • +A
  • -A

É consenso entre médicos e pesquisadores que exercícios físicos são benéficos, não importa a idade. Para as pessoas acima dos 60 anos, a prática de atividades é ainda mais recomendada. Elas podem inclusive melhorar a capacidade funcional do idoso.

capacidade-funcional-do-idoso


Um estudo publicado no Experimental Gerontology, jornal multidisciplinar que divulga estudos no campo da gerontologia do mundo todo, defende que, após 12 semanas de treinos, é possível aumentar a força muscular, otimizar o desempenho de órgãos e propiciar maior qualidade de vida.

Em outras palavras, há melhorias na velocidade e no equilíbrio; na manutenção da densidade óssea;e no controle do diabetes, artrite, doenças cardíacas e de problemas com colesterol alto e hipertensão. Também são observadas melhor disposição alimentar; redução da possibilidade de depressão; e manutenção do peso. A redução de gestão medicamentosa é mais um dos benefícios associados às atividades físicas entre pessoas na terceira idade. 

O tipo de exercício a ser indicado para trazer vantagens reais à capacidade funcional do idoso deve acompanhar a idade e as condições físicas de cada um, considerando as limitações respiratórias, cardíacas e neuromusculares, por exemplo. Médicos, fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais são alguns dos profissionais que podem ajudar na escolha do esporte adequado.

Atividades que auxiliam a capacidade funcional do idoso 

Corrida – Aumenta a frequência cardíaca e intensifica a respiração. Trabalha ossos e músculos. Amplia a mobilidade. O ideal é correr por 30 minutos todos os dias. Antes de iniciar os treinos, é preciso alongar e aquecer.

capacidade-funcional-do-idoso


Bicicleta – Promove o equilíbrio e o fortalecimento muscular de coxas, panturrilha e quadris. O uso de luvas e capacetes é obrigatório para quem elege este esporte, já que quedas e desmaios durante as pedaladas podem causar lesões mais graves.

Caminhada – Indicada para impulsionar a capacidade funcional do idoso que não foi adepto de exercícios durante a juventude. A prática, se introduzida diariamente na rotina, restringe as chances de morte por problemas cardiovasculares em até 30%.

Yoga e pilates – Aumentam a auto-estima e aliviam dores associadas à idade. Avigoram a flexibilidade. Majoram a percepção de corpo e mente.

Musculação – Fortalece musculatura, além de favorecer a respiração e a circulação sanguínea. Enfoque deve ser dado à repetição e não ao peso que, em excesso, podem provocar danos às articulações.

Natação – Na água, anula-se o impacto capaz de provocar prejuízos às articulações. Trabalha-se os órgãos do sistema cardio-respiratório. Movimentam-se todos os músculos. Sem contra-indicações, é a atividade mais completa e altamente recomendada pelos gerontologistas. Aos em idade mais avançada a única recomendação é que estejam sempre acompanhados quando estiverem na piscina.

ginastica-para-idosos

Capacidade funcional do idoso e a regularidade

Independentemente do exercício a ser eleito para estender a capacidade funcional do idoso, é essencial que seja realizado de forma contínua. Da mesma forma, não importa para qual prática, recomenda-se:

- Nunca fazer exercícios físicos sob o sol forte

- Beber água antes, durante e depois da atividade

- Usar roupas leves

- Jamais fazer exercícios em jejum, tampouco consumir alimentos pesados e em demasia antes dos treinos

- Usar calçados confortáveis, macios e de preferência antiderrapantes.

E aí, curtiu nossas dicas? Então dê uma passadinha na nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
idosos
exercícios físicos
saúde

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ