Terceira Idade

29/09/2014 03:10 - Atualizado em 07/12/2016 09:15

Spinning para idosos é atividade que exige cautela

A prática do spinning para idosos deve ser evitada devido a grande intensidade do exercício.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Uma das aulas mais intensas da academia é o spinning. O exercício é ideal para quem deseja emagrecer, criar massa muscular e ainda ter uma vida mais saudável. Mas é preciso estar atento se você está apto a praticar essas atividades. O spinning para idosos por exemplo, não é recomendado.

A aula de spinning é bastante simples. São várias pessoas sentadas em bicicletas ergométricas e pedalando intensamente. Enquanto isso o professor orienta sobre o que está sendo feito corretamente ou o que precisa ser aprimorado. Ele também é o responsável por motivar a turma, sem deixar que ninguém pare ou diminua o ritmo.

spinning-para-idosos

O período das aulas costuma ser de 50 minutos. E nessas pedaladas é possível perder cerca de 700 calorias. Tudo depende da intensidade e da dedicação de cada pessoa.

Benefícios do Spinning

A exigência que a atividade tem com o corpo traz muitos benefícios. Confira alguns.

- Respiração

O exercício melhora a respiração de quem pratica, já que exige mais da capacidade pulmonar e do fôlego. Para vencer os desafios impostos pelo professor, o aluno precisa regrar os movimentos de inspiração e expiração, para utilizar toda a capacidade do diafragma. 

- Músculos

O fortalecimento dos músculos é outro fator que torna o spinning tão desejado pelos atletas. Os músculos mais atingidos são os das pernas, dos glúteos e do abdômen, pois ficam em constante movimento.

- Problemas cardíacos

Por mais que pessoas com problemas cardíacos devam consultar um profissional para a prática intensa de atividades físicas, o spinning é perfeito para evitar esses problemas. O exercício reduz a pressão arterial e até as quantidades de colesterol.

- Previne doenças

Doenças coronarianas e a diabetes são apenas dois exemplos de doenças que podem ser evitadas com essa prática de exercícios físicos. Mas  o spinning para idosos, específicamente, não é o recomendado, já que a prevenção de doenças se dá através da exigência de capacidade física do corpo do praticante. 

- Queima de calorias

Podendo perder até 700 calorias durante 50 minutos de aula, esse certamente é o principal fator que mobiliza as pessoas a praticarem a técnica. A perda de peso é notória e já apresenta resultados visíveis rapidamente. Esse gasto energético é um dos motivos da não recomendação do spinning para idosos, já que eles não possuem tanta energia quanto os jovens

Como praticar o Spinning

A posição do equipamento é primordial para o sucesso da atividade. Tenha o cuidado de sentar corretamente. Para quem não está acostumado com o banco da bicicleta ergométrica, pode ser um pouco incômodo.

Ajuste o guidão para que ele esteja a uma distância correta do seu braço. A ideia é que ele não esteja nem perto demais e nem longe. Tome também o cuidado de deixá-lo a uma altura superior ao banco.

Quem deseja perder peso e manter uma saúde plena, encontrará nesses exercícios uma boa opção. Porém o spinning para idosos e pessoas com problemas mais crônicos, não é a melhor opção. Esse público deve buscar outras atividades.

Quem pode praticar? 

Pessoas com problemas nas articulações, que sofram de dores crônicas, sejam elas nas costas, joelhos ou mesmo coluna, devem evitar a atividade. Ou seja, spinning para idosos não é uma boa opção devido a sua intensidade.

Pessoas que estão acima do peso necessitam também de um auxílio profissional para decidir se deve ou não aderir ao exercício. E o indicado é que se pratique com uma intensidade menor.

Gostou da matéria? Comente o que achou! Quer mais? Curta a página Vivo Mais Saudável no Facebook.

TAGS
spinning
idosos
saúde

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ