Terceira Idade

15/01/2016 02:00 - Atualizado em 15/11/2016 04:15

Saiba o que fazer quando a pressão está alta

Hábitos saudáveis diminuem as chances de crises hipertensivas.

POR

Redação

  • +A
  • -A

A hipertensão nem sempre tem sintomas. Exatamente por esse motivo, ela é considerada no meio médico uma doença traiçoeira e silenciosa. Não há como identificá-la previamente, na maioria dos casos, a não ser que você esteja acostumado a se submeter a check-ups periódicos. Sendo assim, você sabe o que fazer quando a pressão está alta?

A pressão arterial está relacionada à pressão exercida pelo fluxo sanguíneo contra as paredes das artérias. A crise é resultado do controle inadequado de uma hipertensão já diagnosticada, mas também pode acometer pessoas que nunca apresentaram esses problemas antes.

Em algumas situações, quando o paciente reclama de dor de cabeça frequente, pode ser confirmada a existência de pressão alta. Porém, em geral, o hipertenso se acostuma com o aumento da pressão, pois não percebe as alterações. No longo prazo, pode haver prejuízos ao cérebro, ao coração, aos rins, à retina ou à circulação.

o que fazer quando a pressão está alta

Veja o que fazer quando a pressão está alta

Dados do Ministério da Saúde mostram que a hipertensão arterial é um dos mais importantes fatores de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, cerebrovasculares e renais, sendo responsável por pelo menos 40% das mortes por acidente vascular cerebral no Brasil.

Até 2025, o número de hipertensos no país deverá crescer 80%, segundo estudo da Escola de Economia de Londres, do Instituto Karolinska (Suécia) e da Universidade do Estado de Nova Iorque. Atualmente, 17 milhões de brasileiros têm pressão alta. Os motivos para o índice subir tanto, ainda segundo o levantamento, são cigarro, sedentarismo, obesidade, má alimentação e álcool.

O valor de referência da pressão alta é igual ou superior a 14/9, não importando a idade. Para diagnosticar a doença, são necessárias várias aferições, pois isoladamente essa marcação pode ser em decorrência de algum estresse passageiro ou do excesso de consumo de sal. A pressão em 12/8 é considerada satisfatória.

Dá para reduzir a pressão se você:

- parar de fumar ou de ingerir álcool

- reduzir o consumo de sal e de alimentos gordurosos

- praticar esportes

- preferir óleos vegetais para cozinhar

- administrar seu estresse.

Saiba Mais
Veja o que fazer diante de uma crise de pressão alta
Doenças do coração alteram funcionamento do organismo
Corrida emagrece e melhora a saúde do coração

Possíveis sintomas da hipertensão

Uma pessoa portadora da doença e que já passou por algumas crises hipertensivas tem mais probabilidade de reconhecer a elevação da pressão arterial. É raro, mas alguns pacientes identificam:

- Sensação de mal-estar súbita

- Ansiedade e agitação

- Dor de cabeça muito forte

- Tontura repentina

- Visão borrada

- Dor no peito e dificuldade para respirar

- Tosse e falta de ar.

Prevenir a hipertensão, que tem também fatores hereditários, é viável mediante uma vida saudável. Se você não fuma, não bebe, mantem uma dieta rica em vegetais, evita frituras e pratica atividades físicas, já está num bom caminho.

Ter conhecimento sobre seu corpo e ir ao médico regularmente são outras responsabilidades que você deve ter consigo mesmo. Pelo menos uma vez ao ano, confira a sua pressão. O serviço é disponibilizado em farmácias.

Se você observar alguém passando mal, chame um médico imediatamente. Ao lesionar os vasos sanguíneos e os músculos do coração, o corpo pode ocasionar AVC, infarto, insuficiências renais e cardíacas e até morte súbita.

O que achou do artigo? Deixe um comentário! E aproveite para conferir outras dicas de saúde e atividade física aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
hipertensão
estilo de vida
crise hipertensiva
coração

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ