Terceira Idade

02/05/2015 02:34 - Atualizado em 08/12/2016 02:10

Jogos de tabuleiro estimulam o raciocínio rápido

Sozinho ou acompanhado, os jogos são uma oportunidade para manter o cérebro saudável.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Com a chegada da terceira idade, é importante manter a mente sempre ativa para combater os esquecimentos e o desgaste da memória. Para ajudar no combate a essas situações comuns entre os idosos, os jogos de tabuleiro desenvolvem inúmeras capacidades que exigem competências não apenas do cérebro, mas também da coordenação e dos movimentos físicos.

Em casa, no parque, sozinho ou com amigos, diversas atividades podem entreter e divertir, ao mesmo tempo em que melhoram o raciocínio e os reflexos. A prática dos jogos de tabuleiro é capaz de integrar avôs e netos, pais e filhos ou até mesmo os amigos. Quer conhecer alguns benefícios e começar o jogo? Então, prepare-se.

jogos de tabuleiro

Jogos de tabuleiro para reunir a família e os amigos

Xadrez

O xadrez é um dos jogos de tabuleiro que requerem dois participantes. Entre os idosos, é possível chamar os amigos e propor campeonatos. O principal objetivo do jogo é chegar até a peça “rei” do adversário e derrubá-la com o xeque-mate para vencer a disputa.

Os benefícios centrais do xadrez são a estratégia e o raciocínio bem desenvolvidos, além de formação de um pensamento crítico, análise de consequências, disciplina e responsabilidade. Especialmente para a terceira idade, ele mantém o intelecto trabalhando, desenvolve a velocidade de pensamento e auxilia na tomada de decisões.

Damas

O tabuleiro de damas é o mesmo do xadrez. Nas 64 casas, são distribuídas 12 peças redondas brancas e 12 peças redondas pretas. O objetivo desse jogo é capturar a peça do adversário antes que ele pegue as suas.

O jogo estimula a estratégia e a perspectiva de todo. Além da criatividade necessária para pensar os movimentos, esse é um dos jogos de tabuleiro que exigem boa capacidade de memorização e muita concentração para prever os passos do adversário. Nos idosos, é excelente para manter a mente e a coordenação motora em dia.

Gamão

Como os demais jogos de tabuleiro, o gamão é uma atividade de estratégia e raciocínio. Ele trabalha a concentração e o controle emocional para lidar com dificuldades, frustrações e derrotas. Como possui regras bem claras e definidas, não pode ser burlado, o que desenvolve também a disciplina e a ética.

A mente também trabalha mais rápido, pois as jogadas precisam ser projetadas e geram expectativa para a resolução. Dessa forma, o raciocínio se mantém em estado de alerta e se torna mais ágil.

É fundamental que os idosos mantenham a mente trabalhando, pois dessa forma previnem diversas doenças degenerativas e aquelas que afetam a memória, como a doença de Parkinson.

Dá para jogar sozinho?

Resta 1

Para os idosos que estão sozinhos em casa ou não querem sair em um dia de chuva, esse jogo é o perfeito para essas ocasiões. Nele, o objetivo final é deixar apenas uma peça no tabuleiro, que é composto por inúmeras pecinhas no começo.

O jogo desenvolve capacidades do cérebro, assim como os demais. Trabalha o raciocínio matemático e lógico, elabora estratégias, requer atenção, concentração e perseverança para jogar. O movimento de pinça, necessário para pegar as peças, também contribui para a coordenação motora.

Gostou das dicas para o seu bem-estar? Então deixe um comentário! E não esqueça que você sempre encontra novidades aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
idosos
memória
reflexos
coordenação motora

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ