Terceira Idade

27/09/2015 01:50 - Atualizado em 17/12/2016 11:40

Hidroginástica emagrece e faz bem para a saúde

A água diminui o impacto dos exercícios e ajuda a fortalecer os músculos.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Exercitar-se dentro da água parece nos deixar até mais leves, não é mesmo? E em vários sentidos! Dentre as atividades possíveis em uma piscina, a hidroginástica emagrece e contribui com outros benefícios para a saúde, como a melhora da qualidade do sono.

A prática é apenas uma adaptação da ginástica fora das piscinas. A física explica que, quando um corpo está imerso na água, a medida do seu peso é menor que seu peso real, assim chamada de peso aparente. Por isso, o impacto dos exercícios é menor, o que torna o esforço também mais prazeroso. Conheça outras vantagens da hidroginástica.

idosas na piscina porque hidroginástica emagrece

Entenda como a hidroginástica emagrece

Segundo Alexandre Greco, coordenador de academias do Serviço Social do Comércio do Rio Grande do Sul (Sesc-RS),  quando as aulas de hidroginástica são mais intensas ou alcançam um esforço além do que os praticantes estão acostumados a fazer, ela contribui para o processo de emagrecimento.

Além disso, o profissional afirma que outros fatores estão relacionados à perda de peso, como a nutrição, a frequência dos exercícios e os hábitos dos praticantes. Cerca de uma hora de aula pode queimar até 400 calorias.

Por diminuir o impacto dos movimentos, a atividade é indicada para idosos com artrose e artrite, problemas inflamatórios nas articulações que causam dor e desconforto. Além de beneficiar o metabolismo, a circulação sanguínea e a respiração, Greco lembra que a hidroginástica emagrece e traz benefícios o sono e a locomoção.

Ainda, o profissional aponta que os exercícios concedem maior mobilidade dos membros, reduzem o risco de doenças crônicas como o diabetes e a artrite reumatoide e garante inclusive benefícios psicológicos e sociais. A convivência com colegas e professores é extremamente benéfica para alunos da terceira idade.

Saiba Mais
Banho de águas termais relaxa e melhora a circulação
Dieta da água? Emagreça sem radicalismos
Saiba como cair na água sem risco de choque térmico

Cuidados com a hidroginástica

Para praticar a hidroginástica, o idoso não precisa necessariamente saber nadar. Os professores tomam o cuidado para que o volume de água da piscina não ultrapasse a altura dos ombros dos alunos. Assim, evita-se o risco de afogamentos.

As aulas contam com boias e espumas para auxiliar no apoio, nos movimentos e principalmente na flutuação do corpo. Além disso, não importa a temperatura que faça lá fora, pois a água é aquecida num nível confortável para os praticantes. Geralmente, o professor fica fora da piscina para que todos os movimentos da hidroginástica sejam visíveis para todos os alunos.

Greco lembra que, antes de começar as atividades, é necessária uma avaliação médica e com um profissional de Educação Física para determinar a frequência ideal das aulas, que fica em média de duas a três vezes por semana.

O profissional destaca alguns cuidados que podem deixar a aula ainda mais segura. É imprescindível ter cuidado ao caminhar em volta da piscina, usando-se solado de borracha para evitar escorregões. A proteção de roupões ou agasalhos no trajeto até o vestiário também é importante. Por fim, ele recomenda não exagerar na alimentação antes da prática.

Gostou das dicas? Que tal cair na água e entrar em forma? Deixe seu comentário! E continue de olho nas novidades de saúde e bem-estar do Vivo Mais Saudável.

TAGS
perder peso
articulações
exercícios na água
qualidade do sono

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ