Terceira Idade

03/03/2016 12:00 - Atualizado em 31/10/2016 01:09

Exercite-se e controle a pressão arterial

Problemas de pressão estão entre as principais causas de morte no mundo.

POR

Redação

  • +A
  • -A

As doenças cardíacas são a principal causa de morte no país, segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia. A alta na pressão arterial é o maior fator de risco nesses casos, e pode ser combatida com a prática regular de atividades físicas. Exercícios que vão de moderados a intensos são capazes de melhorar a circulação e fortalecer o coração.

Riscos da pressão arterial alta

Cerca de 960 brasileiros morrem, todos os dias, vítimas de doenças cardíacas. É isso que indica o Cardiômetro, calculadora de óbitos da Sociedade Brasileira de Cardiologia. O método foi uma das formas encontradas pela entidade para alertar sobre os riscos do descuido com a saúde cardiológica.

Segundo a SBC, a pressão arterial alta é a principal causa de morte no mundo. Ela é medida com aparelhos manuais ou digitais e pode ser caracterizada como hipertensão quando atinge níveis acima de 12 na pressão sistólica e 8 na diastólica. A sístole é o movimento de contração do coração e a diástole, de relaxamento.

idosos se exercitam para controlar pressão arterial

Como a hipertensão não tem cura, a ausência de tratamento médico pode fazer com que ela seja fato gerador de outras doenças. Acidente vascular cerebral (AVC), doenças renais crônicas e infarto agudo do miocárdio são as complicações mais comuns, conforme a SBC. Na terceira idade, esses riscos ficam ainda mais agravados.

O sistema circulatório e a musculatura de pessoas idosas já não têm a mesma resistência dos jovens. A SBC diz que as limitações pulmonares, reumatológicas e ortopédicas são mais comuns nessa fase da vida e qualquer alteração grave no funcionamento do corpo pode ser fatal. É por isso que uma alta intensidade de bombeamento do sangue é ainda mais perigosa na maturidade.

Exercícios físicos para pressão arterial

Além dos remédios e de uma dieta equilibrada, a prática de atividades físicas é o tratamento indicado pela Sociedade Brasileira de Cardiologia para quem deseja controlar a pressão arterial. Em sua página oficial, a entidade afirma que a realização regular de 30 minutos de exercícios é suficiente para reduzir em 34% as chances de desenvolver doenças cardíacas.

A sociedade indica que os exercícios aeróbicos são os que proporcionam maior ganho com relação à pressão, por expandirem a capacidade cardiorrespiratória dos praticantes. Na terceira idade, a natação e a caminhada são as atividades mais indicadas, por demonstrarem bons resultados, com baixo impacto nas articulações.

Musculação e outras práticas que envolvam o reforço muscular também podem ser aliadas na conquista de uma circulação mais ativa e de uma pressão arterial equilibrada. Com frequência que varia entre três e quatro vezes por semana, com intervalos indefinidos e intensidade de leve a moderada, a SBC aconselha essa atividade para os idosos.

Só não é possível descuidar da avaliação médica em nenhuma época da vida, muito menos na terceira idade. Antes de decidir qual o exercício que você irá adotar, é preciso procurar um cardiologista para realizar testes ergométricos, eletrocardiogramas, dosagens laboratoriais sanguíneas e a Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial, que controla a variação dela ao longo de 24 horas.

TAGS
aeróbico
saúde cardíaca
cardiologia
hipertensão

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ