Terceira Idade

26/05/2015 02:11 - Atualizado em 06/12/2016 07:01

Exercícios de academia para idosos contribuem para o bem-estar

Atividades físicas na terceira idade contribuem para saúde do coração, dos ossos e dos músculos.

POR

Redação

  • +A
  • -A

As academias não são mais um espaço exclusivo para jovens que desejam conquistar o corpo dos sonhos. Para uma vida mais saudável, pessoas com mais de 60 anos apostam na academia para idosos.

De acordo com o Ministério da Saúde, os exercícios físicos, quando seguidos corretamente, auxiliam no fortalecimento dos músculos e na qualidade dos ossos. Eles também melhoram a frequência cardíaca e a circulação sanguínea. Confira a seguir as vantagens e os cuidados das atividades físicas na terceira idade.

academia para idosos

Benefícios da academia para idosos

Segundo um estudo feito em 2013 pelo Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual de São Paulo (Iamspe), idosos que praticam exercícios físicos com regularidade têm menos idas ao médico, se comparados ao grupo que não se exercita.

A pesquisa acompanhou dois grupos de pacientes do Hospital do Servidor Público Estadual (HSPE). Os 48 idosos que praticavam atividades físicas reduziram em 35% a procura de atendimento médico.

De fato, exercícios de academia para idosos proporcionam diversos benefícios. Eles podem diminuir, por exemplo, a ocorrência de aterosclerose, o acúmulo de placas de gordura e colesterol nas paredes das artérias.

Exercitar-se também ajuda a amenizar artroses e a reduzir o risco de osteoporose. Dores na lombar e na cervical diminuem. Ainda, a circulação sanguínea melhora e a pressão arterial tende a ficar regulada.

Exercícios indicados para a terceira idade

Hidroginástica

De acordo com a pesquisa de 2010 "Qualidade de Vida em Idosos Praticantes de Hidroginástica", do curso de Educação Física da Universidade de Mogi das Cruzes, em São Paulo, a hidroginástica possibilita melhorias físicas, psíquicas e sociais.

O estudo analisou os efeitos da prática em 51 idosos. Sensações como dores, cansaço, preocupação, tristeza e felicidade foram abordados em questionário. Após aplicação e análise, contatou-se que houve melhora no nível da qualidade de vida do grupo pesquisado.

Corrida

Em 2010, médicos do Hospital das Clínicas de São Paulo descobriram que o grupo de atletas idosos que acompanhavam havia dez anos apresentava bom funcionamento do coração e sentia menos dores articulares e musculares, como nos joelhos, nos tornozelos e no quadril. O motivo foi atribuído às corridas que praticavam.

Musculação

Os exercícios de musculação proporcionam ganho de força e flexibilidade, o que é importante para tornar o idoso menos suscetível a quedas. Além disso, atividades de academia para idosos ajudam na manutenção do peso e na redução da gordura corporal.

Os exercícios aumentam os níveis de serotonina do corpo e melhoram a frequência cardíaca e a pressão arterial, o que influencia na redução de sintomas de depressão, de doenças cardíacas e de distúrbios do sono.

Bicicleta

Exercícios como o ciclismo podem diminuir os riscos de doenças cardiovasculares. Segundo especialistas, uma pessoa de 70 anos que ande de bicicleta regularmente pode alcançar uma capacidade aeróbica semelhante à de um indivíduo sedentário de 30 anos de idade.

Além disso, a prática do ciclismo libera endorfina no organismo, substância responsável pela sensação de bem-estar geral.

academia para idosos

Cuidados a serem tomados

O idoso deve interromper as atividades imediatamente, caso ocorram sintomas como tontura, falta de ar, náusea e dor ou pressão no peito, no braço, no ombro ou pescoço. Suores frios ou dores nas articulações também são sinais de que a pessoa deve parar.

Se as articulações estiverem sensíveis, inchadas e avermelhadas, deve-se evitar a academia para idosos e procurar orientação médica.

Em caso de tosses, febre e gripe, o exercício deve ser adiado para quando o atleta estiver recuperado.

Após a recuperação de lesões ou doenças, é aconselhado recomeçar as atividades físicas do ponto inicial, em vez de retomar os exercícios do ponto em que se parou.

Orientações de academia para idosos

Antes de começar qualquer exercício de academia para idosos, deve-se buscar orientação médica. A partir de consultas e da solicitação de exames, o profissional poderá dar orientações de acordo com as características individuais do paciente.

A frequência cardíaca durante as atividades físicas devem ser de 70% da capacidade do coração, cerca de 164 batidas por minuto.

Para aqueles que estavam em uma rotina sedentária e querem começar a fazer exercícios, o aconselhado é não começar com atividades muito aceleradas. Os batimentos cardíacos devem ficar por volta de 114 batimentos por minuto, nos primeiros treinos.

Gostou das dicas? Deixe seu comentário! E continue acompanhando o Vivo Mais Saudável para conferir novidades sobre atividade física.

TAGS
exercícios
ciclismo
natação
hidroginástica

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ