Terceira Idade

28/07/2015 09:29 - Atualizado em 05/12/2016 05:39

Exercícios abdominais fortalecem a musculatura dos idosos

Os abdominais podem ser feitos no chão ou com aparelhos, duas vezes por semana.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Além de trazer benefícios para visual, os exercícios abdominais ajudam a melhorar a aptidão para exercer atividades do dia a dia de forma mais simples. Entre os idosos, a execução de treinos para a tonificação do corpo é essencial. Pesquisas indicam que a prática diária pode aumentar cinco anos na expectativa de vida.

De acordo com o professor da academia Fit Premium Leandro De Rossi de Lima, o aumento da idade acarreta a concentração de gordura abdominal, em formato de capa. É nessa hora que a prática de atividades físicas é essencial. “Para que a gordura não se exceda, é necessário fazer os exercícios abdominais”, afirma.

Como praticar os exercícios abdominais?

Para os idosos que enfrentam riscos de apresentar incontinência urinária, a tonificação dos músculos pélvicos e abdominais ajudam na prevenção. Quando a musculatura é fraca, a eliminação de resíduos é dificultada e a formação de hérnias e hemorroidas é favorecida. “Os exercícios abdominais também mantêm o tronco ereto, facilitando a mobilidade”, comenta o professor.

Segundo Lima, os melhores exercícios abdominais para essa fase da vida são os que revigoram os músculos superiores e inferiores. Eles podem ser realizados com aparelhos ou no solo, duas vezes por semana, desde que respeitem os limites da pessoa - e, é claro, acompanhados por profissionais.

exercicios abdominais

Vida mais longa com atividade física

Pesquisadores da Norweigan School of Sports Sciences, em Oslo, na Noruega, acompanharam a vida de 15 mil idosos nascidos entre 1923 e 1932. Todos, entre 1972 e 1973, realizaram check-ups que identificaram dados como altura, peso, colesterol, pressão sanguínea, fumo e o nível das atividades físicas.

Em 2000, 738 participantes repetiram os exames feitos na década de 1970. Eles foram monitorados por 12 anos para investigar a relação entre a prática de atividades físicas e o risco de morte. Os resultados, de acordo com os envolvidos na pesquisa, identificaram que idosos ativos vivem maisVeja quais foram as principais constatações dos pesquisadores:

- Menos de uma hora de exercícios por semana não modifica o risco de morte

- Mais de uma hora de exercícios por semana está associada a até 56% da diminuição do risco de morte

- A prática de treino pesado todos os dias da semana por menos de uma hora está conectada à queda de até 37% das mortes. Homens que praticavam exercícios moderados ou vigorosos viveram cinco anos a mais que os que apenas assistiam a TV ou liam

- Executar trinta minutos de exercícios leves ou vigorosos por seis dias da semana está associado a 40% da diminuição do risco de morte.

Pronto para começar os exercícios abdominais? Deixe seu comentário! E aproveite para conferir mais dicas de atividade física aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
abdominal
incontinência urinária
tonificação
fortalecer

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ