Terceira Idade

18/08/2014 03:32 - Atualizado em 03/12/2016 02:26

Exercício de coordenação motora reduz efeitos do envelhecimento

A prática de exercício de coordenação motora é importante também para a autoestima dos idosos.

POR

Redação

  • +A
  • -A

O cérebro humano é responsável por enviar informações para todas as partes do corpo para que possamos realizar as atividades do dia a dia. Praticar algum tipo de exercício de coordenação motora pode auxiliar para que estes movimentos sejam ainda mais desenvolvidos, especialmente quando nosso corpo já está em processo de envelhecimento.

Independente da idade, todas as atividades que realizamos requerem algum tipo de habilidade corporal. Pegar um lápis, bordar, fazer um desenho ou recordar uma gravura são ações que necessitam a coordenação motora, assim como caminhar ou tomar um ônibus, por exemplo.

exercicio-de-coordenacao-motora


A importância do exercício de coordenação motora

O exercício de coordenação motora faz com que diversos sistemas do corpo humano tenham que trabalhar em conjunto. Entre eles, estão o sistema esquelético, o sistema muscular e o sistema sensorial.

Para que possamos obter ações equilibradas, é necessário que eles trabalhem de forma orquestrada. A capacidade motora é a qualidade de conseguir controlar a intensidade e velocidade deste tipo de movimento.

Na terceira idade, os exercícios físicos atuam contra o envelhecimento do corpo e da mente e são aliados para a retomada da autoestima. Além disso, exercitar a coordenação motora leva ao idoso a melhorar a postura e a mobilidade, assim como há benefícios também para a musculatura, respiração, reflexos e equilíbrio.

Avanço da idade pode prejudicar a coordenação motora

Fazer um exercício de coordenação motora está entre os principais pontos que podem ser trabalhados de maneira mais intensa em um programa de atividade física destinado para as pessoas mais velhas.

A falta de firmeza nos pés e nas mãos é uma das principais características que aparecem na medida que o ser humano vai chegando à terceira idade. Outra função sensorial que é frequentemente atingida pelo envelhecimento é o declínio da capacidade de visão, causado pela deterioração da córnea, da lente e do nervo óptico.

É importante que nessa fase da vida sejam, trabalhados movimentos coordenados de braços, pernas, mãos e pés o que estimula o reflexo da pessoa para a realização de diversas atividades rotineiras. Realizar marchas para frente, para trás e para os lados, variando movimentos de braços e pernas esticadas pode ser uma atividade realizada por idosos.

Passo a passo de exercício de coordenação motora

Este exercício de coordenação motora deve ser feito sentado e com o idoso prestando bem atenção na sequência de movimentos.

Passo 1: Estalar os dedos polegar e médio, da mão direita, acima do ombro e do lado direito;

Passo 2: Estalar os dedos polegar e médio, da mão esquerda, acima do ombro e do lado esquerdo;

Passo 3: Estalar os dedos polegar e médio, da mão direita, ao lado da coxa direita;

Passo 4: Estalar os dedos polegar e médio, da mão esquerda, ao lado da coxa esquerda;

Passo 5: Dar três palmas no alto e a frente do corpo e dar três palmas nas coxas. Procure começar lentamente o exercício e ir aumentando a velocidade gradualmente.

Outra opção é fazer um versão desse exercício de coordenação motora sentado: tente estalar dedos polegar e médio das duas mãos juntas por quatro vezes. Depois, bater uma palma à frente do rosto e bater uma palma com as duas mãos nas coxas. Em seguida, bater o pé direito no chão e bater o pé esquerdo no chão. Repita a sequência algumas vezes, aumentando a velocidade.

TAGS
terceira idade
idosos
exercícios
exercício físico

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ