Terceira Idade

26/12/2014 12:10 - Atualizado em 07/12/2016 01:58

Escalada é alternativa de esporte radical para idosos

Assim como outros esportes radicais, a escalada tem se popularizado entre os idosos.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Não é porque a terceira idade chegou que os idosos precisam se privar das atividades físicas ou dos esportes radicais. A recomendação, por sinal, é exatamente em sentido contrário: é preciso manter o corpo em atividade para amenizar o inevitável declínio funcional do organismo. Uma das opções de esporte radical que têm se popularizado entre os idosos é a escalada. Conheça os benefícios da prática.

escalada

Escalada livre ou artificial?

Para os idosos, são recomendados dois tipos de escalada:

Livre

Nessa modalidade, a corda e os outros equipamentos têm a única função de assegurar a segurança do praticante. Para progredir, há somente as saliências naturais do terreno. Assim, o escalador usa os seus próprios meios (mãos e pés) para subir na parede.

Artificial

Aqui, além de garantir a segurança, os equipamentos são utilizados para auxiliar na progressão: pontos de segurança permitem o içamento e ajudam a superar trechos complexos. Por ser uma modalidade mais leve, é mais indicada para os idosos.

Outras escaladas ainda mais radicais, em condições climáticas adversas ou relevos que não favorecem o esporte, não são recomendadas para os idosos de uma forma geral. No entanto, se você é um atleta e procura manter o condicionamento físico na terceira idade, pode se aventurar - desde que a segurança seja priorizada.

No momento de escolher o local onde você vai praticar o esporte, dê preferência ao profissionalismo e às empresas com anos de tradição. Não vale a pena colocar a vida em risco para conseguir descontos, não é mesmo?

escalada

Escalada favorece a autonomia

Para os idosos, um dos principais benefícios da escalada diz respeito à sensação de liberdade e ao ganho de autonomia, algo muito valorizado nessa época da vida. É comum que aposentados fiquem mais tempo em casa e se sintam privados de atividades que antes lhe eram comuns, por uma série de razões.

Praticar um esporte com desafios que devem ser superados individualmente contribui para aumentar a autoconfiança e a sensação de bem-estar consigo mesmo. A percepção de que ainda é capaz de realizar atividades consideradas radicais afasta a ideia de invalidez, temida pelos idosos. Os benefícios dos esportes radicais para os idosos não param por aí. Confira:

- Força muscular e flexibilidade

- Manutenção do peso

- Condicionamento cardíaco e respiratório

- Coordenação motora e equilíbrio

- Diminuição do risco de depressão

- Aumento da capacidade cognitiva.

Segurança é prioridade

Sempre é importante lembrar que toda e qualquer atividade física, principalmente quando envolve riscos, deve ser acompanhada de perto por um especialista no tema, com qualidade garantida e credenciamento. Recomenda-se, também, que um médico seja procurado antes do início das atividades, para dar o aval ao idoso.

Além disso, não custa lembrar que os procedimentos de segurança devem ser seguidos à risca. Antes de começar, exija que o equipamento seja testado. Alguns cuidados básicos devem ser tomados durante a prática de qualquer esporte: beba água para evitar a desidratação e alongue-se antes e depois dos exercícios.

Interessado em experimentar a escalada? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
esportes radicais
exercícios físicos
esportes para idosos
terceira idade

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ