Terceira Idade

06/07/2014 09:30 - Atualizado em 01/12/2016 09:07

Dinâmicas para idosos são capazes de exercitar o corpo e a mente

Alternativa às mazelas do envelhecimento humano, dinâmicas para idosos podem prevenir e tratar doenças.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Com o avanço da idade, é natural que a memória e a coordenação motora já não apresentem o mesmo nível de desempenho de quando éramos jovens. Os episódios de esquecimento vão se tornando comuns e mais frequentes, assim como a perda de equilíbrio, que pode resultar em quedas. Para minimizar esses problemas do dia a dia, é que as dinâmicas para idosos vêm sendo cada vez mais indicadas.

Dinâmicas para idosos contra doenças

Caso nada seja feito em reação aos problemas de memória e concentração, este torna-se um quadro de difícil reversão, piorando até se transformar em doenças graves, como o Alzheimer e o Parkinson. Consideradas gravíssimas, essas patologias continuam com a cura desconhecida e suas causas são diversas e indefinidas.

Foto: Shutterstock

Como forma alternativa de tratamento às principais mazelas do envelhecimento humano, médicos sugerem a adoção medidas, como a participação em dinâmicas para idosos, a fim de evitar ou retardar o surgimento de doenças, bem como minimizar seus efeitos. Não é difícil incluir estas atividades no dia a dia dos mais velhos. Confira neste artigo algumas opções :

Dinâmicas para idosos: exercitando a memória

Procure usar ao máximo a sua capacidade mental, sempre em busca de um aprendizado novo e de novas habilidades. Exercite sua mente, pois o cérebro trabalha ativamente e isso evita a perda de neurônios e o desgaste das suas funções.

Inclua as dinâmicas para idosos na rotina, com atividades diversificadas, como oficinas de pintura, teatro, costura e música. Dessa forma, o cérebro não enferrujará e estará sempre estimulando a sua capacidade de memorização. A leitura e o hábito de contar histórias, que pode ser de um livro, de uma novela, ou de um filme, também podem ser grandes aliados para exercitar a memória.

Jogar dominó, cartas, xadrez e demais brincadeiras que estimulam o pensamento também podem fazer parte das dinâmicas para idosos. Faça palavras cruzadas, caça-palavras e brinque de forca com familiares e amigos. Essas dinâmicas simples também ajudam a manter a mente em constante funcionamento.

Dinâmicas para idosos: exercitando a coordenação motora

As dinâmicas para idosos são fundamentais para manter a capacidade motora ativa. Os exercícios não necessitam ser realizados numa aula ginástica ou na academia. Podem, inclusive, serem encontradas opções para fazer em casa.

As atividades como yoga, pilates e terapia ocupacional são recomendadas por trabalharem os movimentos corporais, o que mantém as capacidades motoras sempre em prática.

Os jogos motores também podem fazer parte das dinâmicas para idosos e são atividades com valor exploratório. Ou seja, eles exploraram e exercitam os movimentos do próprio corpo, seu ritmo, sua cadência e seu desembaraço, além de estimularem a capacidade motora.

Vá além das dinâmicas para idosos

Não se esqueça de consultar o médico antes de desenvolver qualquer tipo de atividade. Para que todas estas práticas tenham um efeito positivo sobre o organismo, é imprescindível haver um acompanhamento especializado.

Esta dica é ainda mais válida para os idosos, que são mais vulneráveis a doenças e a problemas de memória e de origem motora. Há dinâmicas com a finalidade de atender especialmente às necessidades e cuidados específicos da terceira idade. Este planejamento trabalha com o método preventivo, resultando em uma maior qualidade de vida e bem-estar.

E aí, gostou do texto ? Deixe seu comentário ou compartilhe sua experiência.

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ