Terceira Idade

15/10/2014 11:11 - Atualizado em 05/12/2016 11:11

Dança de salão para idosos incentiva a conquista da autonomia

Dança de salão para idosos é um exercício físico e emocional.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Com a chegada da terceira idade, nosso corpo e mente passam por modificações, dando origem a limitações físicas. Não é fácil adaptar-se ao novo estilo de vida, mas algumas práticas auxiliam nesse processo, tornando a vida mais agradável. A dança de salão para idosos tem conquistado muitos adeptos ultimamente, principalmente por ser um exercício que trabalha o corpo e a mente.

Terceira idade exige cuidados específicos

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, a terceira idade chega a partir dos 65 anos. Com essa idade, surgem algumas limitações físicas e emocionais que podem colocar em risco a qualidade de vida do indivíduo. E é preciso superá-las.

Se não houver adequação de hábitos físicos e alimentares, várias doenças podem surgir nesse período, como hipertensão, obesidade, osteoporose e depressão, entre outras. Atividades físicas - principalmente as praticadas em grupos - surgem como um dos principais benefícios à saúde física, mental e espiritual.

danca-de-salao-para-idosos

Benefícios da dança de salão para idosos

Antigamente, imaginava-se que apenas exercícios como a hidroginástica e a caminhada deveriam ser recomendados aos idosos, por apresentarem impactos físicos limitados e fluxo moderado. Hoje, no entanto, a gama de possibilidades aumentou, incluindo até exercícios radicais.

Entre os benefícios da dança de salão para idosos, é possível apontar:

- Bem-estar emocional

- Exercício de vários grupos musculares

- Ganho de agilidade

- Acréscimo na coordenação motora

- Melhorias à atividade cardiorrespiratória

- Benefícios à atenção

- Estímulo da memória

- Incentivo à concentração

- Melhora no equilíbrio.

Convívo social na dança de salão para idosos 

Um dos principais diferencias da dança de salão para idosos é o estímulo ao convívio social, algo fundamental para quem chega à terceira idade. Em alguns casos, o idoso pode sentir-se solitário ou abandonado, já que passa mais tempo em casa e não mantém a rotina atribulada de outros tempos. E uma das principais consequências da solidão é a depressão.

Nesse sentido, a dança surge como um excelente estímulo, pois promove a integração de várias pessoas que, afinal, podem ter muito em comum. Além disso, festas de aniversário, assim como a realização de bingos, concursos ou sorteios de brindes nos bailes funcionam como um atrativo extra, estimulando ainda mais a criação de novos laços de amizade.

Outro fator importante é o fato de que ss bailes destinados à terceira idade geralmente são organizados em horários adequados ao público alvo - à tarde, geralmente. Assim, os idosos podem manter sua independência e autonomia, sem precisar de acompanhantes para chegar ao local. A escolha pela tarde também contribui para respeitar o horário de sono, porque só quem já chegou à terceira idade conhece o valor da soneca após o almoço.

Gostou das dicas? Então deixe um comentário! E não esqueça de acompanhar nossa página no Facebook para receber todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
idosos
terceira idade
saúde
dança

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ