Terceira Idade

17/07/2015 10:31 - Atualizado em 04/12/2016 05:14

Dança circular: Brincadeira de ciranda também serve para idosos

Atividade lúdica promove a socialização, ajudando a melhorar a saúde emocional.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Que praticar atividades físicas traz benefícios para os idosos, todos já sabem. Mas, muitas vezes, não nos damos conta de que até mesmo brincadeiras também ajudam na socialização e no relaxamento. Um exemplo é a dança circular, uma atividade lúdica que promove a integração na terceira idade.

Além disso, também é possível perceber melhorias na saúde física, pois a dança trabalha o equilíbrio e a mobilidade. Esses benefícios ajudam a evitar o risco de quedas, um dos principais problemas entre os idosos.

Conheça a origem da dança circular

Conhecida também como ciranda ou dança de roda, a dança circular deixou de ser uma brincadeira de criança e se tornou uma opção de atividade física para os idosos. Ficar de mãos dadas em círculo, dançando e cantando músicas, promove acolhimento e novas amizades, além de ser uma forma de inclusão.

A origem da atividade vai além de uma brincadeira infantil, sendo a dança a primeira forma de expressão do ser humano. A roda foi a maneira que os povos antigos adotaram para desenvolver a vida em grupo. O primeiro contato, então, é com os movimentos e cantos lúdicos de ciranda e de outras danças folclóricas, típicas da cultura brasileira.

danca circular

Benefícios da dança circular para os idosos

Segundo Geraldine Alves dos Santos, doutora em Psicologia e professora do Programa de Pós-Graduação em Diversidade Cultural e Inclusão Social da Universidade Feevale, em Novo Hamburgo-RS, a dança circular traz muitos benefícios psicológicos, já que é uma atividade lúdica.

“As pessoas demonstram melhora da autoestima, diminuição dos sintomas de depressão e de estresse, assim como diminuição da preocupação com os problemas de saúde - que são verdadeiros, mas que não podem nortear a vida das pessoas durante a velhice”, explica Geraldine.

Em geral, a prática de atividade física adequada às necessidades e limitações do idoso proporciona ótimos resultados para o desempenho físico. Além de melhorar o equilíbrio e a mobilidade, devido aos movimentos, a pessoa idosa ainda consegue prevenir ou controlar o desenvolvimento de algumas doenças, assim como evitar o risco de quedas.

Além disso, “a vantagem de praticar atividades em grupo é a socialização”, lembra Geraldine, pois o contato e a integração com outras pessoas faz o idoso se sentir acolhido e oferece a oportunidade de criar novos vínculos e amizades. Os movimentos e cantigas também servem como forma de expressão e ajudam a relaxar e esquecer dos problemas.

A dança circular pode ser feita em academias, projetos para a terceira idade ou qualquer outro lugar, basta ter um grupo de pessoas. Mas a professora indica que, “dependendo das necessidades do idoso, ele tenha o acompanhamento individual ou de duplas. Esta definição deve ser feita por um profissional de educação física, que também avaliará as condições de socialização do idoso, pois nem todos gostam de estar em grupo grandes”.

Gostou das dicas de atividade física para idosos? Deixe um comentário! E aproveite para conferir mais novidades aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
socialização
equilíbrio
expressão corporal
depressão

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ